Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio bombardeia terroristas restantes no sul do país (VIDEO)

O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.
Sputnik

De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.


Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a épo…

Militares russos ajudam a libertar oficiais sírios mantidos como reféns

Neste domingo (15), na cidade de Daraa, situada a 110 km de Damasco, foi iniciada com a presença da polícia militar russa a retirada dos radicais que não quiseram se entregar às autoridades sírias. Além disso, graças aos esforços dos militares russos, alguns oficiais sírios foram libertados.


Sputnik

15 ônibus retiraram 420 combatentes e seus familiares. A operação foi efetuada pelas forças de segurança sírias, pela polícia militar russa e pelo Crescente Vermelho Árabe Sírio. 

Militares sírios libertados em Daraa
Militares sírios libertados em Daraa | © SPUTNIK / FIRAS ALAHMAD

De acordo com a Sputnik Árabe, em Daraa foram libertados cinco militares sírios, mantidos como reféns pela organização terroristas Frente Al-Nusra (proibida na Rússia e em vários outros países). A libertação foi alcançada graças a uma trégua decidida com a assistência dos militares russos.

Depois de passarem por médicos, os oficiais libertados se encontraram com seus familiares. No momento, quatro dos reféns permanecem em estado satisfatório e um foi levado ao hospital com a perna quebrada. Os reféns estavam nas mãos da Frente Al-Nusra desde junho do ano passado.

Desde junho de 2018, as tropas governamentais sírias restabeleceram controle sobre 85% do território da província de Daraa. No domingo (15), várias unidades oposicionistas sírias no oeste da região começaram a entregar suas armas às forças governamentais da Síria, depois da trégua alcançada.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas