Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel prende o governador palestino de Jerusalém

Motivo da detenção foram crimes cometidos na Cisjordânia ocupada, segundo a Organização para a Libertação da Palestina.
France Presse

Israel prendeu o governador palestino de Jerusalém por crimes que teria cometido na Cisjordânia ocupada, que não foram especificados, informou a Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

O governador Adnan Gheith foi detido no sábado (20) à noite no bairro palestino de Beit Hanina, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. Será apresentado a um tribunal dentro de quatro dias, afirma a OLP em um comunicado.

Para o dirigente da OLP Saeb Erakat, a detenção é "um novo passo contra a presença palestina em Jerusalém" e constitui uma violação da legislação israelense a respeito das instituições palestinas da cidade.

"As ameaças contra dirigentes palestinos, sua detenção, inclusive o 'sequestro' do governador Gheith, são parte de um plano que pretende sufocar todas as bases de uma solução política com dois Estados e com as f…

Ministério da Defesa russo: Defesas aéreas de Hmeymim abatem drone de militantes na Síria

Um drone lançado de uma área controlada por militantes foi detectado e destruído perto da base aérea de Hmeymim, na Síria, segundo o Centro para Reconciliação do Ministério da Defesa da Rússia.


Sputnik

De acordo com o Centro Russo para Reconciliação na Síria, os militantes continuam a implantar drones perto da base aérea de Hmeymim, na Síria.

Aviões da Força Aeroespacial da Rússia na base de Hmeymim, Síria
Base aérea de Hmeymim © Foto: Ministério da Defesa da Rússia

"A partir do território ocupado por militantes, lançamentos de veículos aéreos não tripulados na direção da base aérea Hmeymim não param. Na noite de 21 de julho, o controle do espaço aéreo da base aérea russa Hmeymim detectou um drone lançado a partir do território controlado por formações armadas ilegais no norte da província de Latakia ", diz a declaração.

O Centro acrescentou que o drone foi destruído a uma distância suficiente da base aérea, portanto não houve vítimas nem danos materiais.

A Rússia lançou uma operação militar contra grupos terroristas na Síria em setembro de 2015, a pedido do presidente sírio, Bashar Assad. Moscou também tem prestado ajuda humanitária aos moradores do país devastado pela guerra e também é uma garantidora do regime de cessar-fogo na Síria, junto com a Turquia e o Irã.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas