Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Águas 'quentes' da Síria: fragata russa persegue submarino nuclear dos EUA

Durante sua última missão no mar Mediterrâneo em abril passado, a fragata Admiral Essen da Marinha russa conseguiu detectar e perseguir um submarino nuclear dos EUA perto da costa síria. Essa informação foi só agora tornada pública.
Sputnik

A fragata Admiral Essen, pertencente à Frota do Mar Negro, perseguiu o submarino estadunidense da classe Ohio durante mais de duas horas, comunica o jornal russo Izvestiya, citando o Estado-Maior da Marinha russa.

A tripulação do navio russo registrou os parâmetros principais do submarino para, em seguida, os adicionar ao retrato acústico do submersível.

A fragata havia partido para o mar Mediterrâneo em março e regressou à base de Sevastopol no fim de junho. Encontrava-se na zona costeira síria quando os EUA, o Reino Unido e a França atacaram a Síria com mísseis.

Além disso, no decurso da missão, a sua tripulação realizou uma série de manobras táticas. Em particular, treinou ataques contra alvos marítimos e aéreos, combate em grupo e isolado, bem como…

Mísseis disparados da Síria caem no mar da Galileia, em Israel

Dois mísseis provenientes da Síria caíram nesta quarta-feira no mar da Galileia, no norte de Israel, sem deixar mortos ou feridos, segundo informou a mídia local.


Sputnik

"Dois mísseis lançados da Síria caíram no mar da Galileia. Foliões do verão que estavam aproveitando a água viram dois projéteis caindo do céu", disse a jornalista Noga Tarnopolsky, acrescentando que as unidades de artilharia das Forças de Defesa de Israel (IDF) responderam com um ataque a posições do Exército Sírio na zona de fronteira.

Vista aérea mostra o estuário do rio Jordão, no mar da Galileia, próximo ao assentamento comunitário de Karkom, norte de Israel (Arquivo)
Estuário do rio Jordão, no mar da Galiléia © AP Photo / Oded Balilty

Os mísseis teriam partido da parte sul das colinas de Golã, onde as forças leais ao presidente sírio, Bashar Assad, já recuperaram quase a totalidade das aldeias que se encontravam sob controle de grupos rebeldes armados.

De acordo com militares israelenses, o sistema de defesa antiaérea foi ativado logo após a identificação dos projéteis, mas não chegou a disparar mísseis interceptores.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas