Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

General brasileiro em forças dos EUA atrapalha laços com Moscou e Pequim, diz especialista

A decisão do Brasil de enviar um oficial para integrar as Forças Armadas dos Estados Unidos deve atrapalhar as relações do país com importantes aliados, como China e Rússia. A avaliação é do especialista em Relações Internacionais Paulo Velasco, que conversou nesta segunda-feira com a Sputnik sobre esse polêmico assunto.
Sputnik

Na última semana, se tornou pública no Brasil a notícia de que o país indicará, até o final do ano, um general para assumir um posto no Comando Sul (SouthCom) dos EUA, que cobre América Central, Caribe e América do Sul, provocando controvérsias.


De acordo com o comandante responsável, o almirante Craig Faller, os interesses norte-americanos na região seriam ameaçados por Rússia, China, Irã, Venezuela, Cuba e Nicarágua, países com os quais o Brasil poderá ter relações prejudicadas por conta dessa situação, conforme acredita Velasco, professor adjunto de Política Internacional do Departamento de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (U…

Míssil balístico iemenita libera acampamento da Guarda Nacional Saudita

Forças do Exército iemenita, apoiadas por combatentes aliados do movimento Houthi Ansarullah e por comitês populares, lançaram um míssil balístico de projeto nacional e desenvolvido em um campo militar na região de Najran, na fronteira sul da Arábia Saudita, em retaliação para a campanha do regime de Riad contra o país empobrecido.


Pars Today

A agência de notícias oficial do Iêmen Saba, citando uma autoridade militar anônima, disse que o míssil de curto alcance foi lançado no campo da Guarda Nacional Saudita no sábado, acrescentando que o projétil atingiu seu alvo com grande precisão.

Míssil balístico iemenita libera acampamento da Guarda Nacional Saudita

Não houve relatos imediatos de possíveis vítimas ou a extensão dos danos.

Enquanto isso, a chamada coalizão militar liderada pela Arábia Saudita contra o Iêmen afirmou em um comunicado, transmitido pela Agência de Imprensa Saudita oficial do reino (SPA), que a coalizão havia interceptado o míssil iemenita, que havia sido disparado da província de Sa norte.

Riad freqüentemente relata mísseis interceptados disparados do Iêmen, mas vários relatórios apontam que os interceptadores Patriots feitos nos EUA frequentemente falham.

Comentários

Postagens mais visitadas