Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

General brasileiro em forças dos EUA atrapalha laços com Moscou e Pequim, diz especialista

A decisão do Brasil de enviar um oficial para integrar as Forças Armadas dos Estados Unidos deve atrapalhar as relações do país com importantes aliados, como China e Rússia. A avaliação é do especialista em Relações Internacionais Paulo Velasco, que conversou nesta segunda-feira com a Sputnik sobre esse polêmico assunto.
Sputnik

Na última semana, se tornou pública no Brasil a notícia de que o país indicará, até o final do ano, um general para assumir um posto no Comando Sul (SouthCom) dos EUA, que cobre América Central, Caribe e América do Sul, provocando controvérsias.


De acordo com o comandante responsável, o almirante Craig Faller, os interesses norte-americanos na região seriam ameaçados por Rússia, China, Irã, Venezuela, Cuba e Nicarágua, países com os quais o Brasil poderá ter relações prejudicadas por conta dessa situação, conforme acredita Velasco, professor adjunto de Política Internacional do Departamento de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (U…

Míssil de cruzeiro lançado de submarino russo Tomsk destrói 'adversário' (VÍDEO)

A Marinha da Rússia realizou com sucesso o lançamento do míssil de cruzeiro a partir do submarino Tomsk.


Sputnik

O canal de televisão russo Zvezda, compartilhou as imagens que mostram o lançamento do míssil de cruzeiro antinavio, que foi efetuado pela Frota do Pacífico nas águas do mar de Okhotsk.


Resultado de imagem para tomsk submarine
Submarino russo Tomsk | Reprodução


Durante os treinamentos, o míssil disparado atingiu o alvo que imitava o navio de um adversário convencional. Destaca-se que o alvo em questão encontrava-se à distância de 150 quilômetros do submarino.

Além disso, também participaram das manobras os caças MiG-31, drones de aviação marítima da Frota do Pacífico e aproximadamente uma dezena de navios de combate e outras embarcações adicionais.

O submarino russo Tomsk é capaz de transportar mais mísseis de cruzeiro que qualquer outro navio da Marinha da Rússia: no total, pode ser equipado com 24 mísseis antinavio P-700 Granit, capazes de atingir alvos na superfície à distância máxima de 650 km.


Comentários

Postagens mais visitadas