Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Primeiro voo do Aero L-159T2

A Aero Vodochody realizou o primeiro voo do treinador a jato L-159T2 de dois lugares em 1º de agosto. O voo de 30 minutos foi conduzido pelos pilotos de testes da empresa Vladimír Kvarda e David Jahoda.
Poder Aéreo

A Força Aérea Tcheca encomendou três exemplares em 2016, que devem ser entregues até o final deste ano. As aeronaves L-159 são operadas pelas forças aéreas tcheca e iraquiana, pela empresa americana Draken International e, no passado, foram alugadas pela Força Aérea Húngara para treinamento de pilotos.

Estas novas aeronaves de assento duplo T2 têm uma fuselagem central e dianteira recém-construída e apresentam várias melhorias significativas, principalmente em equipamentos de cockpit e sistema de combustível, e são totalmente compatíveis com o NVG. Cada cockpit é equipado com duas telas multifuncionais e um assento de ejeção VS-20 atualizado. A aeronave também pode oferecer uma capacidade de reabastecimento sob pressão. O radar GRIFO, já em uso na versão de um único assento, a…

Míssil de cruzeiro lançado de submarino russo Tomsk destrói 'adversário' (VÍDEO)

A Marinha da Rússia realizou com sucesso o lançamento do míssil de cruzeiro a partir do submarino Tomsk.


Sputnik

O canal de televisão russo Zvezda, compartilhou as imagens que mostram o lançamento do míssil de cruzeiro antinavio, que foi efetuado pela Frota do Pacífico nas águas do mar de Okhotsk.


Resultado de imagem para tomsk submarine
Submarino russo Tomsk | Reprodução


Durante os treinamentos, o míssil disparado atingiu o alvo que imitava o navio de um adversário convencional. Destaca-se que o alvo em questão encontrava-se à distância de 150 quilômetros do submarino.

Além disso, também participaram das manobras os caças MiG-31, drones de aviação marítima da Frota do Pacífico e aproximadamente uma dezena de navios de combate e outras embarcações adicionais.

O submarino russo Tomsk é capaz de transportar mais mísseis de cruzeiro que qualquer outro navio da Marinha da Rússia: no total, pode ser equipado com 24 mísseis antinavio P-700 Granit, capazes de atingir alvos na superfície à distância máxima de 650 km.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas