Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel prende o governador palestino de Jerusalém

Motivo da detenção foram crimes cometidos na Cisjordânia ocupada, segundo a Organização para a Libertação da Palestina.
France Presse

Israel prendeu o governador palestino de Jerusalém por crimes que teria cometido na Cisjordânia ocupada, que não foram especificados, informou a Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

O governador Adnan Gheith foi detido no sábado (20) à noite no bairro palestino de Beit Hanina, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. Será apresentado a um tribunal dentro de quatro dias, afirma a OLP em um comunicado.

Para o dirigente da OLP Saeb Erakat, a detenção é "um novo passo contra a presença palestina em Jerusalém" e constitui uma violação da legislação israelense a respeito das instituições palestinas da cidade.

"As ameaças contra dirigentes palestinos, sua detenção, inclusive o 'sequestro' do governador Gheith, são parte de um plano que pretende sufocar todas as bases de uma solução política com dois Estados e com as f…

Muçulmanos e forças israelenses entram em confronto em Jerusalém

Portas da mesquita de Al Aqsa foram fechadas após o incidente desta sexta-feira.


Por G1

Muçulmanos e forças de segurança israelenses entraram em confronto perto do Monte do Templo, em Jerusalém Antiga, nesta sexta-feira (27).

Resultado de imagem para Muçulmanos e forças israelenses entram em confronto em Jerusalém
Reprodução

A polícia israelense afirma que os muçulmanos começaram a atirar pedras e fogos de artifício contra os agentes de segurança sem qualquer razão clara após as orações de sexta-feira, de acordo com o jornal “Jerusalém Post”. Um policial teria ficado levemente ferido no confronto.

A polícia usou granadas para controlar a situação. Muita fumaça pôde ser vista no local.

A France Presse informou que as portas da mesquita de Al Aqsa foram fechadas após o incidente.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas