Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA: sanções contra Venezuela servem como 'alerta para atores externos, incluindo Rússia'

Na última terça-feira (17), o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou a Rússia e a Venezuela pela crise de refugiados observada no país latino-americano.
Sputnik

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (17) que os EUA estão impondo uma nova rodada de sanções contra a Venezuela, acrescentando o banco central do país à lista de restrições. 

Segundo o conselheiro de Segurança Nacional, as sanções recém-aplicadas deveriam se tornar um alerta para "todos os atores externos, inclusive a Rússia".

Desde o início da crise política na Venezuela no início deste ano, os EUA impuseram várias rodadas de sanções, visando os setores petrolífero e bancário do país, bem como indivíduos ligados às autoridades do país.

A Venezuela está sofrendo grave crise política desde janeiro. Junto com outros países ocidentais, os EUA apoiam Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino da Venezuela. Ao mesmo tempo, Rússia, China e Turquia, entre outros…

Netanyahu ameaça Gaza com ataque sete vezes mais poderoso

Israel está pronto para um ataque muito mais potente contra as forças do Hamas na Faixa de Gaza se for necessário, segundo afirmou hoje o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu.


Sputnik

"No final de semana, nós demos um duro golpe no Hamas. Se necessário, vamos realizar um ataque que será sete vezes mais poderoso", disse o premiê.

Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu
Benjamin Netanyahu © AP Photo / Gali Tibbon/Pool

As autoridades israelenses vêm apostando no uso da força para acabar com distúrbios na zona de fronteira com Gaza, lançando mão de ações militares, ameaças e sanções econômicas contra membros do grupo Hamas.

Ontem, uma fonte de alto nível em Jerusalém disse à Sputnik que a organização teria concordado com as demandas israelenses, prometendo parar com as agitações na fronteira, incluindo o lançamento de balões de incêndio contra Israel.

Na última sexta-feira, 20, forças israelenses bombardearam cerca de 70 instalações pertencentes ao Hamas em Gaza depois que um soldado de Israel foi morto junto com quatro palestinos durante uma troca de tiros na zona de fronteira. Depois do ataque, que demorou horas, foi informado que as duas partes teriam chegado a um acordo sob a mediação do Egito.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas