Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Vídeo mostra momento do encontro do submarino argentino Ara San Juan

Profissionais que operavam um dos veículos submarinos foram os primeiros a ver em tela as imagens da embarcação, que estava desaparecida desde 15 de novembro do ano passado. Submarino foi localizado a 907 metros de profundidade.
Por G1

Um vídeo divulgado neste domingo (18) mostra as primeiras imagens do submarino Ara San Juan, no momento em que profissionais da empresa Ocean Infinity o localizaram. O encontro foi anunciado pela Marinha da Argentina na madrugada de sábado.


No vídeo é possível ver quando a equipe que opera um dos veículos que fazia as buscas vê a embarcação pela primeira vez em uma região de cânions (espécie de rios submarinos), a 907 metros de profundidade, e a 600 km da cidade de Comodoro Rivadavia.

O Ara San Juan desapareceu em 15 de novembro de 2017, com 44 pessoas a bordo, e sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma á…

Ninho de cobras: terroristas matam uns aos outros na província síria de Idlib

Na província síria de Idlib continuam os confrontos entre combatentes de diferentes grupos terroristas.


Sputnik

Os membros do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) eliminaram dezenas de militantes do grupo Tahrir al-Sham, entre eles havia oriundos do Uzbequistão, Chechênia e um turco, relataram fontes na província à Sputnik Árabe.

Militantes de Daesh
Terroristas do Daesh © AP Photo / Karim Kadim

"Os terroristas do Daesh atacaram de repente as posições do grupo Tahrir al-Sham perto da cidade síria de Saraqib. Foram mortas 12 pessoas", segundo as fontes.

Mais um caso semelhante aconteceu na cidade de al-Dana, no norte da província de Idlib.

Em particular, os combatentes do Daesh atacaram um veículo com membros do grupo Jabhat Tahrir al-Suriya, ferindo os militantes do Uzbequistão e China que nele se encontravam.

Além disso, em uma fazenda no oeste da província foi encontrado o corpo de um militante com passaporte turco. Os locais também relataram um tiroteio na estrada entre Idlib e Ariha em que foram mortos e feridos membros do grupo Tahrir al-Sham da Chechênia.

Na província síria de Idlib se encontram grupos radicais muito diversos. Anteriormente, especialistas já opinaram que representantes de grupos tão diferentes não poderiam coexistir em paz no mesmo território.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas