Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA vão suspender Tratado INF se Rússia não cumprir acordo, diz vice-secretário de Estado

Os EUA vão suspender suas obrigações no Tratado INF, que trata a respeito armas nucleares de médio alcance, no dia 2 de fevereiro se a Rússia não apresentar provas de que está cumprindo o acordo, disse o vice-secretário de Estado.
Sputnik

Em outubro, o presidente dos EUA anunciou que seu país abandonaria o Tratado INF, assinado pelos Estados Unidos e pela União Soviética em 1987.


Trump argumentou que Moscou estava desenvolvendo mísseis que violam esse pacto.

Em 4 de dezembro, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse que Washington suspenderia sua adesão ao INF no prazo de 60 dias se a Rússia não voltasse a cumprir suas obrigações.

No entanto, a Rússia nega categoricamente todas as acusações. O líder russo, Vladimir Putin, declarou que Moscou se opõe à violação do Tratado INF, mas responderá se isso acontecer.

Ninho de cobras: terroristas matam uns aos outros na província síria de Idlib

Na província síria de Idlib continuam os confrontos entre combatentes de diferentes grupos terroristas.


Sputnik

Os membros do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) eliminaram dezenas de militantes do grupo Tahrir al-Sham, entre eles havia oriundos do Uzbequistão, Chechênia e um turco, relataram fontes na província à Sputnik Árabe.

Militantes de Daesh
Terroristas do Daesh © AP Photo / Karim Kadim

"Os terroristas do Daesh atacaram de repente as posições do grupo Tahrir al-Sham perto da cidade síria de Saraqib. Foram mortas 12 pessoas", segundo as fontes.

Mais um caso semelhante aconteceu na cidade de al-Dana, no norte da província de Idlib.

Em particular, os combatentes do Daesh atacaram um veículo com membros do grupo Jabhat Tahrir al-Suriya, ferindo os militantes do Uzbequistão e China que nele se encontravam.

Além disso, em uma fazenda no oeste da província foi encontrado o corpo de um militante com passaporte turco. Os locais também relataram um tiroteio na estrada entre Idlib e Ariha em que foram mortos e feridos membros do grupo Tahrir al-Sham da Chechênia.

Na província síria de Idlib se encontram grupos radicais muito diversos. Anteriormente, especialistas já opinaram que representantes de grupos tão diferentes não poderiam coexistir em paz no mesmo território.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas