Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Primeiro voo do Aero L-159T2

A Aero Vodochody realizou o primeiro voo do treinador a jato L-159T2 de dois lugares em 1º de agosto. O voo de 30 minutos foi conduzido pelos pilotos de testes da empresa Vladimír Kvarda e David Jahoda.
Poder Aéreo

A Força Aérea Tcheca encomendou três exemplares em 2016, que devem ser entregues até o final deste ano. As aeronaves L-159 são operadas pelas forças aéreas tcheca e iraquiana, pela empresa americana Draken International e, no passado, foram alugadas pela Força Aérea Húngara para treinamento de pilotos.

Estas novas aeronaves de assento duplo T2 têm uma fuselagem central e dianteira recém-construída e apresentam várias melhorias significativas, principalmente em equipamentos de cockpit e sistema de combustível, e são totalmente compatíveis com o NVG. Cada cockpit é equipado com duas telas multifuncionais e um assento de ejeção VS-20 atualizado. A aeronave também pode oferecer uma capacidade de reabastecimento sob pressão. O radar GRIFO, já em uso na versão de um único assento, a…

Pentágono 'controla danos' após participação de Trump na cúpula da OTAN

Segundo a NBC News, altos funcionários do Pentágono asseguram aos seus aliados da OTAN que as bases militares dos EUA permanecerão funcionando, apesar das ameaças de Trump.


Sputnik

Os líderes militares dos EUA estão "controlando os danos" e contaram seus colegas da OTAN na Europa para garantir que os EUA cumprirão seus compromissos na defesa da região, depois de Donald Trump ter supostamente ameaçado romper a parceria militar, informa a NBC News.

Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos EUA
Pentágono | CC0

Segundo a fonte no governo norte-americano, altos oficiais do Pentágono asseguraram aos seus aliados da OTAN que os militares dos EUA permanecerão na Europa.

Os contatos visaram "fortalecer os compromissos da aliança", depois de Trump "deixar claro que esses compromissos estavam em questão", disse uma autoridade familiarizada com o assunto, segundo a NBC.

Alguns orgãos da imprensa informaram que Trump ameaçou deixar a aliança, se os aliados não cumprissem imediatamente compromissos financeiros militares.

Um repórter, inclusive perguntou se Trump poderia tomar essa decisão sem a aprovação do Congresso. "Acho que provavelmente posso, mas não será necessário", respondeu Trump.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas