Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

Polônia decide acelerar processo de compra de sistema de mísseis dos EUA

O Ministério da Defesa Nacional polonês decidiu acelerar o processo de aquisição de sistema de mísseis de longo alcance dos Estados Unidos, informou o Exército polonês.


Sputnik

Anteriormente, foi relatado que a corporação da indústria de defesa dos EUA Lockheed Martin foi escolhida pela parte polonesa para prosseguir as negociações sobre a implementação do programa do sistema de mísseis Homar. Até agora, as negociações sobre o fornecimento de lançadores foram realizadas com um consórcio liderado pelo Grupo de Armamentos da Polônia.

Exército polonês e norte-americano em exercícios Anaconda da OTAN na Polônia, em 6 de junho de 2016 (foto de arquivo)
Militares poloneses e norte-americanos em exercício militar © AP Photo / Alik Keplicz

"A decisão do ministro da Defesa, Mariusz Blaszczak, com a finalidade de acelerar o fornecimento de divisões de módulos de combate dos lançadores de sistemas de mísseis Homar, o Ministério da Defesa decidiu interromper o processo, que continua de acordo com o procedimento adotado em 2015, e iniciar imediatamente negociações com o governo dos EUA", disse.

"Mudar a fórmula e acelerar o programa Homar garantirá a entrega oportuna dos equipamentos e assegurará as capacidades de combate das forças de mísseis e artilharia nessa área", acredita o militar polonês.

Nesta semana, o Ministério da Defesa informou que uma sua delegação, liderada pelo vice-ministro Sebastian Khvalk, responsável pela modernização técnica do Exército polonês, viajará aos Estados Unidos para iniciar negociações sobre a implementação do programa Homar.

A razão para abandonar o método anterior para obtenção de lançadores foram, em particular, as expectativas financeiras de potenciais contratantes, inclusive estrangeiros, que excediam os fundos que o Ministério da Defesa alocou para esse propósito no momento em que o programa foi lançado, no início de 2015.

Durante as negociações, não foi possível chegar a acordo sobre todos os termos do contrato, bem como o cumprimento dos requisitos para proteger os interesses fundamentais do Estado.

No âmbito do programa Homar, à Polônia será entregue um sistema de mísseis capaz de atingir alvos a uma distância de até 300 quilômetros.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas