Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Vídeo mostra momento do encontro do submarino argentino Ara San Juan

Profissionais que operavam um dos veículos submarinos foram os primeiros a ver em tela as imagens da embarcação, que estava desaparecida desde 15 de novembro do ano passado. Submarino foi localizado a 907 metros de profundidade.
Por G1

Um vídeo divulgado neste domingo (18) mostra as primeiras imagens do submarino Ara San Juan, no momento em que profissionais da empresa Ocean Infinity o localizaram. O encontro foi anunciado pela Marinha da Argentina na madrugada de sábado.


No vídeo é possível ver quando a equipe que opera um dos veículos que fazia as buscas vê a embarcação pela primeira vez em uma região de cânions (espécie de rios submarinos), a 907 metros de profundidade, e a 600 km da cidade de Comodoro Rivadavia.

O Ara San Juan desapareceu em 15 de novembro de 2017, com 44 pessoas a bordo, e sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma á…

Rússia desmente rumores sobre vítimas entre militares russos na Síria

O ministério da Defesa da Rússia negou nesta terça-feira relatos, divulgados na mídia, sobre supostas mortes de militares russos na Síria em um ataque terrorista, realizado pelo Daesh.


Sputnik

"O relatório divulgado pelo portal de notícias da Internet Lenta.ru, com referência aos portais do grupo terrorista Daesh, sobre supostas mortes de militares russos na Síria após um ataque terrorista é mais uma farsa", declarou o ministério em um comunicado.

Engenheiros militares russos ajudam a neutralizar minas em áreas orientais da cidade síria de Aleppo (foto de arquivo)
Engenheiros militares russos em Aleppo © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia

Segundo o órgão, "não foram registradas perdas entre os militares russos na província de Deir ez-Zor, bem como no território da República Árabe da Síria como um todo".

O ministério também lamentou o envolvimento do portal de notícias russo na disseminação de "informações enganosas, deliberadamente espalhadas por terroristas do Daesh".

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas