Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

S-400: China recebe primeiro lote de sistemas de mísseis de defesa aérea (VIDEO)

A China recebeu o primeiro lote de sistemas de mísseis S-400 Triumf, fabricados na Rússia, informou uma fonte diplomática à TASS no dia 26 de julho.


Forças Terrestres

MOSCOU – “Na semana passada, um certificado de aceitação foi assinado para o primeiro lote de sistemas S-400 que foram entregues pela Rússia por via marítima em maio de 2018. Os sistemas passaram para a propriedade da China assim que os documentos foram assinados”, disse a fonte.


O Serviço Federal para a Cooperação Técnica Militar da Rússia absteve-se de comentar essas informações.

Reportagens sobre a assinatura do contrato de vendas de sistemas S-400 pela Rússia para a China ocorreram em novembro de 2014. Em novembro de 2015, o assessor do presidente russo para cooperação técnica militar, Vladimir Kozhin, confirmou essas reportagens. A China tornou-se o primeiro comprador estrangeiro desses sistemas e receberá dois lotes.

O S-400 Triumph da Rússia (nome de relatório da OTAN: SA-21 Growler) é o mais recente sistema de mísseis antiaéreos de longo alcance que entrou em serviço em 2007. Foi projetado para destruir aeronaves, mísseis de cruzeiro e balísticos, incluindo mísseis de médio alcance e alvos de superfície.

O sistema pode atingir alvos aerodinâmicos a uma distância de até 400 quilômetros e alvos balísticos táticos voando a uma velocidade de 4,8 km/s a ​​uma distância de até 60 km. Tais alvos incluem mísseis de cruzeiro, aeronaves táticas e estratégicas e ogivas de mísseis balísticos.

Os radares do sistema detectam alvos aéreos a uma distância de até 600 quilômetros (373 milhas). Os mísseis superfície-ar 48N6E3 do sistema podem atingir alvos aerodinâmicos em altitudes de 10 a 27.000 metros e ameaças balísticas em altitudes de 2.000 a 25.000 metros.

FONTE: TASS


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas