Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa russa: avião Il-20 foi derrubado por mísseis sírios S-200

De acordo com o ministério russo, o sistema de defesa aérea sírio tentava atacar um avião de Israel. No entanto, a tripulação israelense fez uma manobra especial para se proteger, e o míssil acabou atingindo acidentalmente o avião russo Il-20.
Sputnik

O avião Il-20 desapareceu dos radares em 17 de setembro, por volta das 23h do horário de Moscou, (17h em Brasília) durante o retorno planejado à base aérea de Hmeymim, acima do território do mar Mediterrâneo, a 35 quilômetros da costa da Síria, informou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia. O represente oficial da Defesa russa, Igor Konashenkov sublinhou que os aviões israelenses "propositalmente criaram uma situação perigosa para navios e aviões nessa região".

Na opinião dele, para evitar o ataque sírio, a tripulação israelense acabou tornando o Ilyushin-20 alvo de ataque.

"Ao tentarem proteger-se com ajuda do avião russo, os pilotos israelenses o puseram debaixo de fogo do sistema de defesa antiaérea da Síria"…

Vitória em Idlib acabará com guerra na Síria, diz fonte de alto escalão no exército

Uma fonte militar de alto escalão no exército da Síria contou à Sputnik que em breve no país, que tem sido palco de uma violenta guerra civil, ocorrerão eventos que "surpreenderão todos".


Sputnik

De acordo com a fonte, a chefia do exército sírio ordenou a liberação total do território do país dos terroristas. 

Soldados do Exército sírio (foto de arquivo)
Militares sírios © Sputnik / Mikhail Voskresenskiy

"No momento, o exército possui forças suficientes para libertar a província de Idlib. Isso será o evento-chave para acabar com a guerra de oito anos no país. Nos próximos dias ocorrerão eventos que surpreenderão todos. Os próprios terroristas assinaram sua pena de morte", afirmou a fonte, citada pela Sputnik Árabe.

A fonte adicionou que as unidades do exército sírio na zona fronteiriça com a província de Idlib vêm rechaçando com êxito todos os ataques dos radicais.

"Os postos do exército possuem um alto nível de prontidão de combate e estão prontos para quaisquer ações, quer seja a defesa das posições, quer seja a ofensiva", explicou a fonte militar.

As forças terroristas na província de Idlib se encontram enfraquecidas por conflitos internos. Ao longo dos últimos oito meses, em resultado de vários confrontos entre grupos de combatentes, quase oito mil radicais foram mortos. Em sua maior parte, são integrantes dos grupos Tahrir al-Sham e Jabhat Fateh al-Sham.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas