Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA: sanções contra Venezuela servem como 'alerta para atores externos, incluindo Rússia'

Na última terça-feira (17), o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou a Rússia e a Venezuela pela crise de refugiados observada no país latino-americano.
Sputnik

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (17) que os EUA estão impondo uma nova rodada de sanções contra a Venezuela, acrescentando o banco central do país à lista de restrições. 

Segundo o conselheiro de Segurança Nacional, as sanções recém-aplicadas deveriam se tornar um alerta para "todos os atores externos, inclusive a Rússia".

Desde o início da crise política na Venezuela no início deste ano, os EUA impuseram várias rodadas de sanções, visando os setores petrolífero e bancário do país, bem como indivíduos ligados às autoridades do país.

A Venezuela está sofrendo grave crise política desde janeiro. Junto com outros países ocidentais, os EUA apoiam Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino da Venezuela. Ao mesmo tempo, Rússia, China e Turquia, entre outros…

Apenas quatro Sukhois Su-30MKM da Malásia estão em condições de voo

Somente quatro dos 18 caças russos Sukhoi Su-30MKM de propriedade da Royal Malaysian Air Force (RMAF) são capazes de voar, disse o ministro da Defesa Mohamad Sabu.


Reuters
KUALA LUMPUR - O ministro disse que a RMAF tinha 18 caças Sukhoi Su-30MKM e dez caças MiG-29, fabricados na Rússia.

Su-30MKM da Malásia
Su-30MKM da Malásia

“Apenas quatro dos Sukhois são capazes de voar bem”, disse ele, acrescentando que os 14 restantes estão em reparo.

Em sua resposta durante a moção de agradecimento sobre o discurso real no Parlamento na terça-feira (31 de julho), Mohamed Sabu disse que a RMAF não conseguiu manter adequadamente a aeronavegabilidade dos caças a jato.

Ele disse que o Ministério da Defesa havia rescindido o contrato com a empresa escolhida pelo governo anterior e estava procurando substituí-la por empresas locais.

Mohamad Sabu também informou à Câmara que os dez jatos multi-função MiG-29 entraram em operação em 1995, enquanto seis caças Sukhoi Su-30MKM de superioridade aérea foram entregues em 2007 e o restante em 2009.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas