Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Temos armas hipersônicas': Rússia dará resposta à saída dos EUA do Tratado INF, diz Putin

A Rússia não deixará a decisão dos Estados Unidos de retirar-se unilateralmente do tratado de armas nucleares sem resposta, garantiu o presidente russo Vladimir Putin, acrescentando que o país não precisa se unir a outra corrida armamentista.
Sputnik

Moscou ainda está pronta para continuar dialogando com Washington sobre o tratado bilateral que proíbe os mísseis de médio alcance, que se tornou uma das pedras angulares do desarmamento nuclear, disse o líder russo em uma reunião do governo em Sochi. Ainda assim, os EUA devem "tratar esta questão com total responsabilidade", disse o presidente, acrescentando que a decisão de Washington de retirar-se do acordo "não pode e não ficará sem resposta".


Estas não são ameaças vazias, advertiu Putin. Ele disse que a Rússia já havia advertido os EUA contra a saída do tratado ABM que regulamenta os sistemas de mísseis e avisou Washington sobre possíveis retaliações. "Agora, temos armas hipersônicas capazes de penetrar qualquer…

Colômbia protesta contra incursão territorial da Venezuela

O Ministério de Relações Exteriores da Colômbia informa que no dia 19 de agosto de 2018, no setor de Vetas de Oriente, Município de Tibú, Norte de Santander, se registrou uma violação da Soberania da Colômbia, por parte de dois helicópteros, identificados com as siglas da Guardia Nacional Bolivariana (GNB) e uns 30 militares armados, pertencentes à Fuerza Armada Nacional Bolivariana de Venezuela, que foram desembarcados no referido setor.


Forças Terrestres

Por instruções do Senhor Presidente da República, Iván Duque Márquez, a Chancelaria, em virtude dos feitos realizados que efetivamente se evidenciaram como uma incursão militar não autorizada no território nacional, apresentou ante a Embaixada da República Bolivariana da Venezuela, uma nota expressando o mais enérgico protesto pelos feitos mencionados.

Bogotá, 21 de agosto de 2018


FONTE: Chancelaria da Colômbia, via Facebook / COLABOROU: Marcos Aryeh

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas