Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Primeiro voo do Aero L-159T2

A Aero Vodochody realizou o primeiro voo do treinador a jato L-159T2 de dois lugares em 1º de agosto. O voo de 30 minutos foi conduzido pelos pilotos de testes da empresa Vladimír Kvarda e David Jahoda.
Poder Aéreo

A Força Aérea Tcheca encomendou três exemplares em 2016, que devem ser entregues até o final deste ano. As aeronaves L-159 são operadas pelas forças aéreas tcheca e iraquiana, pela empresa americana Draken International e, no passado, foram alugadas pela Força Aérea Húngara para treinamento de pilotos.

Estas novas aeronaves de assento duplo T2 têm uma fuselagem central e dianteira recém-construída e apresentam várias melhorias significativas, principalmente em equipamentos de cockpit e sistema de combustível, e são totalmente compatíveis com o NVG. Cada cockpit é equipado com duas telas multifuncionais e um assento de ejeção VS-20 atualizado. A aeronave também pode oferecer uma capacidade de reabastecimento sob pressão. O radar GRIFO, já em uso na versão de um único assento, a…

Com que objetivos Ucrânia decide fortalecer presença militar no mar de Azov?

A Ucrânia receia o bloqueio militar e econômico da costa de Azov e, nesse contexto, fortalecerá sua presença naval no mar de Azov, indica o relatório do Conselho Nacional de Segurança e Defesa da Ucrânia depois da visita do secretário da entidade, Aleksandr Turchinov, à região de Donbass.


Sputnik

É relatado que Turchinov visitou a área da operação das Forças Unidas ucranianas em Donbass, onde verificou a prontidão dos militares, a organização da defesa costeira e a proteção da costa do mar de Azov.

Efetivos da Marinha da Ucrânia
Militares da marinha ucraniana © Sputnik / Mikhail Palinchak

Turchinov observou que, na área da Operação das Forças Unidas da Ucrânia, Mariupol continua sendo uma das áreas mais perigosas, onde, segundo ele, é possível a ocorrência de "operações de ataque terrestre e marítimo ao longo da costa de Azov".

É reportado que, durante a reunião com os militares, Turchinov prestou considerável atenção ao fortalecimento e organização da defesa costeira e à resposta eficaz a eventuais provocações terrestres e marítimas.

"O secretário do Conselho Nacional de Segurança e Defesa da Ucrânia discutiu com o comando das forças navais a questão da criação de um grupo de barcos e navios da Marinha de Guerra no mar de Azov", indica o relatório.

Segundo Turchinov, "é preciso fortalecer a presença naval da Ucrânia na região realocando parte da estrutura naval da Marinha, implementado postos adicionais para monitorar o litoral e a área marítima, assim como grupos de reação imediata".

Postar um comentário

Postagens mais visitadas