Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

Com que objetivos Ucrânia decide fortalecer presença militar no mar de Azov?

A Ucrânia receia o bloqueio militar e econômico da costa de Azov e, nesse contexto, fortalecerá sua presença naval no mar de Azov, indica o relatório do Conselho Nacional de Segurança e Defesa da Ucrânia depois da visita do secretário da entidade, Aleksandr Turchinov, à região de Donbass.


Sputnik

É relatado que Turchinov visitou a área da operação das Forças Unidas ucranianas em Donbass, onde verificou a prontidão dos militares, a organização da defesa costeira e a proteção da costa do mar de Azov.

Efetivos da Marinha da Ucrânia
Militares da marinha ucraniana © Sputnik / Mikhail Palinchak

Turchinov observou que, na área da Operação das Forças Unidas da Ucrânia, Mariupol continua sendo uma das áreas mais perigosas, onde, segundo ele, é possível a ocorrência de "operações de ataque terrestre e marítimo ao longo da costa de Azov".

É reportado que, durante a reunião com os militares, Turchinov prestou considerável atenção ao fortalecimento e organização da defesa costeira e à resposta eficaz a eventuais provocações terrestres e marítimas.

"O secretário do Conselho Nacional de Segurança e Defesa da Ucrânia discutiu com o comando das forças navais a questão da criação de um grupo de barcos e navios da Marinha de Guerra no mar de Azov", indica o relatório.

Segundo Turchinov, "é preciso fortalecer a presença naval da Ucrânia na região realocando parte da estrutura naval da Marinha, implementado postos adicionais para monitorar o litoral e a área marítima, assim como grupos de reação imediata".

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas