Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA: sanções contra Venezuela servem como 'alerta para atores externos, incluindo Rússia'

Na última terça-feira (17), o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou a Rússia e a Venezuela pela crise de refugiados observada no país latino-americano.
Sputnik

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (17) que os EUA estão impondo uma nova rodada de sanções contra a Venezuela, acrescentando o banco central do país à lista de restrições. 

Segundo o conselheiro de Segurança Nacional, as sanções recém-aplicadas deveriam se tornar um alerta para "todos os atores externos, inclusive a Rússia".

Desde o início da crise política na Venezuela no início deste ano, os EUA impuseram várias rodadas de sanções, visando os setores petrolífero e bancário do país, bem como indivíduos ligados às autoridades do país.

A Venezuela está sofrendo grave crise política desde janeiro. Junto com outros países ocidentais, os EUA apoiam Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino da Venezuela. Ao mesmo tempo, Rússia, China e Turquia, entre outros…

Donetsk acusa tropas ucranianas de ataque a veículo médico que deixou 3 mortos

Tropas ucranianas atacaram veículo médico da milícia, anunciou a jornalistas o chefe da assessoria de imprensa do comando estratégico da autoproclamada República Popular de Donetsk, Daniil Bezsonov.


Sputnik

"Hoje no decorrer da prestação de ajuda à população civil morreram três dos nossos defensores", declarou Bezsonov.

Ambulância na república autoproclamada de Donetsk, foto referencial
Uma ambulância em Donetsk © Sputnik / Sergei Averin

Segundo ele, na madrugada da terça-feira (7), uma residente de Naberezhnoe ligou para o Serviço de Primeiros Socorros se queixando de dor no coração.

Médicos de uma das subdivisões da milícia de Donetsk foram prestar assistência médica.

"Um automóvel Ural com um motorista e duas médicas foi enviado […] O Ural contava com todos os sinais de veículo médico. Além disso, movia-se com todas as luzes ligadas", contou Bezsonov.

O veículo foi atacado em movimento por um míssil guiado anti-tanque, resultando na morte do motorista e das duas médicas.

Bezsonov assinalou também que nas últimas 24 horas tiros da parte das tropas ucranianas se intensificaram. As Forças Armadas ucranianas já violaram o armistício seis vezes.

O conflito no leste da Ucrânia entre as autoproclamadas Repúblicas de Donetsk e Lugansk e autoridades ucranianas já matou mais de 10 mil pessoas desde abril de 2014. O acordo de paz assinado em Minsk em 2015 ajudou a reduzir as hostilidades, mas confrontos continuam.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas