Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Donetsk acusa tropas ucranianas de ataque a veículo médico que deixou 3 mortos

Tropas ucranianas atacaram veículo médico da milícia, anunciou a jornalistas o chefe da assessoria de imprensa do comando estratégico da autoproclamada República Popular de Donetsk, Daniil Bezsonov.


Sputnik

"Hoje no decorrer da prestação de ajuda à população civil morreram três dos nossos defensores", declarou Bezsonov.

Ambulância na república autoproclamada de Donetsk, foto referencial
Uma ambulância em Donetsk © Sputnik / Sergei Averin

Segundo ele, na madrugada da terça-feira (7), uma residente de Naberezhnoe ligou para o Serviço de Primeiros Socorros se queixando de dor no coração.

Médicos de uma das subdivisões da milícia de Donetsk foram prestar assistência médica.

"Um automóvel Ural com um motorista e duas médicas foi enviado […] O Ural contava com todos os sinais de veículo médico. Além disso, movia-se com todas as luzes ligadas", contou Bezsonov.

O veículo foi atacado em movimento por um míssil guiado anti-tanque, resultando na morte do motorista e das duas médicas.

Bezsonov assinalou também que nas últimas 24 horas tiros da parte das tropas ucranianas se intensificaram. As Forças Armadas ucranianas já violaram o armistício seis vezes.

O conflito no leste da Ucrânia entre as autoproclamadas Repúblicas de Donetsk e Lugansk e autoridades ucranianas já matou mais de 10 mil pessoas desde abril de 2014. O acordo de paz assinado em Minsk em 2015 ajudou a reduzir as hostilidades, mas confrontos continuam.

Comentários

Postagens mais visitadas