Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

Forças iraquianas matam 12 terroristas do Estado Islâmico

As forças de segurança iraquianos mataram 12 combatentes do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) ao sul da cidade de Tikrit, capital da província setentrional de Saladino, informou à Agência Efe uma fonte de segurança local.


EFE

Bagdá - Uma força integrada pela polícia e pelo Exército, junto às milícias pró-governo Multidão Popular, lançou ontem à noite um ataque contra os membros do EI que ainda permanecem na região da Al Ishaqui, 70 quilômetros ao sul de Tikrit, disse a fonte, que quis manter o anonimato.

Resultado de imagem para Tikrit
Militar iraquiano em Tikrit | REUTERS / ALAA AL-MARJANI

No marco da operação conjunta morreram 12 jihadistas, entre eles quatro terroristas suicidas que levam junto ao corpo cinturões explosivos, detalhou a fonte.

Além disso, acrescentou que não ocorreram baixas nas fileiras governamentais.

As forças iraquianas estão tentando eliminar os remanescente do grupo EI e suas células dormentes, depois que o Governo de Bagdá anunciou em 9 de dezembro a derrota militar do grupo, que ainda tem presença em algumas áreas e realiza atentados contra civis e uniformizados.

Os jihadistas chegaram a dominar amplas regiões do Iraque após invadir o país em junho de 2014, depois do qual proclamaram um "califado" nos territórios que controlavam neste Estado e na vizinha Síria.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas