Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Brasil comemora 20 anos do fim do conflito entre Peru e Equador

O Brasil irá comemorar nesta terça-feira os 20 anos do fim dos conflitos na fronteira entre Peru e Equador, que se prolongaram por quase 170 anos e que causaram várias guerras, tensões e enfrentamentos entre ambos os países.
EFE

Brasília - O Acordo Global e Definitivo de Paz entre Equador e Peru foi assinado em 26 de outubro de 1998 em Brasília, que voltará a ser palco de um encontro entre representantes dessas duas nações, mas agora para reafirmar "o valor e a eficácia da diplomacia e da solução pacífica de controvérsias", diz o comunicado do Ministério das Relações Exteriores.

A cerimônia contará com a participação do equatoriano José Ayala Lasso e do peruano Fernando de Trazegnies Granda, que eram os chanceleres de seus países na ocasião da assinatura e tiveram participação ativa nas negociações, e será presidido pelo ministro das Relações Exteriores Aloysio Nunes.

Segundo a nota oficial, a comemoração "também evidencia, uma vez mais, a capacidade regional de responder e…

Governo da Suécia autoriza compra de mísseis Patriot

O governo sueco deu ordem ao Ministério da Defesa para comprar o sistema de defesa antiaérea norte-americano.


Sputnik

As entregas dos complexos estadunidenses estão previstas para 2020-2025.

Militares norte-americanos perto do sistema de defesa antimíssil Patriot
Tropa norte-americana junto ao Patriot © AP Photo/ Mindaugas Kulbis

"O governo decidiu hoje [2] indicar às Forças Armadas a compra do novo sistema de defesa antiaérea, tendo também decidido autorizar a Administração de Suprimentos Militares do Ministério da Defesa firmar um contrato com os EUA para a aquisição do sistema de defesa antiaérea estadunidense Patriot", diz o comunicado.

De acordo com um comunicado das autoridades, o contrato deve incluir o fornecimento de quatro sistemas e dois tipos de mísseis, manutenção técnica e treinamento do contingente militar.

Segundo informa a mídia sueca, o valor do contrato seria de ao menos US$ 1,1 bilhões (R$ 4,1 bilhões).

Em comentário à SVT, o presidente da comissão parlamentar de defesa, Allan Widman, disse que a comissão constitucional poderia conduzir uma investigação porque o ministro da Defesa, Peter Hultqvist, revelou ao rádio SR as informações quanto à compra antes da reunião governamental em que foi aprovada.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas