Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Governo da Suécia autoriza compra de mísseis Patriot

O governo sueco deu ordem ao Ministério da Defesa para comprar o sistema de defesa antiaérea norte-americano.


Sputnik

As entregas dos complexos estadunidenses estão previstas para 2020-2025.

Militares norte-americanos perto do sistema de defesa antimíssil Patriot
Tropa norte-americana junto ao Patriot © AP Photo/ Mindaugas Kulbis

"O governo decidiu hoje [2] indicar às Forças Armadas a compra do novo sistema de defesa antiaérea, tendo também decidido autorizar a Administração de Suprimentos Militares do Ministério da Defesa firmar um contrato com os EUA para a aquisição do sistema de defesa antiaérea estadunidense Patriot", diz o comunicado.

De acordo com um comunicado das autoridades, o contrato deve incluir o fornecimento de quatro sistemas e dois tipos de mísseis, manutenção técnica e treinamento do contingente militar.

Segundo informa a mídia sueca, o valor do contrato seria de ao menos US$ 1,1 bilhões (R$ 4,1 bilhões).

Em comentário à SVT, o presidente da comissão parlamentar de defesa, Allan Widman, disse que a comissão constitucional poderia conduzir uma investigação porque o ministro da Defesa, Peter Hultqvist, revelou ao rádio SR as informações quanto à compra antes da reunião governamental em que foi aprovada.

Comentários

Postagens mais visitadas