Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Águas 'quentes' da Síria: fragata russa persegue submarino nuclear dos EUA

Durante sua última missão no mar Mediterrâneo em abril passado, a fragata Admiral Essen da Marinha russa conseguiu detectar e perseguir um submarino nuclear dos EUA perto da costa síria. Essa informação foi só agora tornada pública.
Sputnik

A fragata Admiral Essen, pertencente à Frota do Mar Negro, perseguiu o submarino estadunidense da classe Ohio durante mais de duas horas, comunica o jornal russo Izvestiya, citando o Estado-Maior da Marinha russa.

A tripulação do navio russo registrou os parâmetros principais do submarino para, em seguida, os adicionar ao retrato acústico do submersível.

A fragata havia partido para o mar Mediterrâneo em março e regressou à base de Sevastopol no fim de junho. Encontrava-se na zona costeira síria quando os EUA, o Reino Unido e a França atacaram a Síria com mísseis.

Além disso, no decurso da missão, a sua tripulação realizou uma série de manobras táticas. Em particular, treinou ataques contra alvos marítimos e aéreos, combate em grupo e isolado, bem como…

Governo da Suécia autoriza compra de mísseis Patriot

O governo sueco deu ordem ao Ministério da Defesa para comprar o sistema de defesa antiaérea norte-americano.


Sputnik

As entregas dos complexos estadunidenses estão previstas para 2020-2025.

Militares norte-americanos perto do sistema de defesa antimíssil Patriot
Tropa norte-americana junto ao Patriot © AP Photo/ Mindaugas Kulbis

"O governo decidiu hoje [2] indicar às Forças Armadas a compra do novo sistema de defesa antiaérea, tendo também decidido autorizar a Administração de Suprimentos Militares do Ministério da Defesa firmar um contrato com os EUA para a aquisição do sistema de defesa antiaérea estadunidense Patriot", diz o comunicado.

De acordo com um comunicado das autoridades, o contrato deve incluir o fornecimento de quatro sistemas e dois tipos de mísseis, manutenção técnica e treinamento do contingente militar.

Segundo informa a mídia sueca, o valor do contrato seria de ao menos US$ 1,1 bilhões (R$ 4,1 bilhões).

Em comentário à SVT, o presidente da comissão parlamentar de defesa, Allan Widman, disse que a comissão constitucional poderia conduzir uma investigação porque o ministro da Defesa, Peter Hultqvist, revelou ao rádio SR as informações quanto à compra antes da reunião governamental em que foi aprovada.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas