Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

KC-30A MRTT australiano reabastece Rafales do Armée de l’Air

Um KC-30A da Real Força Aérea Australiana (RAAF) desempenhou um papel fundamental na assistência aos Rafales da Força Aérea Francesa, que vão participar do Exercício Pitch Black 18 pela primeira vez.


Poder Aéreo

O KC-30A Multi-Role Tanker Transport viajou da região do Oriente Médio para a Base Darwin da RAAF, reabastecendo ao longo do caminho três aeronaves Dassault Rafale da Força Aérea Francesa que estão participando do exercício Pitch Black.

Dassault Rafales da Força aérea Francesa são reabastecidos por um KC-30A Multi-Role Tanker Transport do Esquadrão No. 33 a caminho da Austrália, para participar do Exercício Pitch Black 2018 na Base Darwin da RAAF, no Território do Norte (Foto RAAF)

O coronel da Força Aérea Francesa (Armée de l’Air Française) Arnaud Brunetta, comandante do destacamento, disse que apesar de ter sido uma longa jornada para sua equipe ir para a Austrália, eles estavam animados em ter a oportunidade de treinar em um novo ambiente com tantas nacionalidades diferentes.

“O Pitch Black dá ao nosso pessoal a oportunidade de participar de trocas de trabalho com a ADF (Australian Defence Force), o que é importante para o crescimento profissional e pessoal”, disse o coronel Brunetta.

“Estamos orgulhosos de nossas aeronaves, os Rafale viajaram uma longa distância com mais de 20 horas de voo para chegar à Austrália sem problemas técnicos”.

Para chegar à Austrália, os três aviões Rafale e sua tripulação viajaram mais de 14.000 quilômetros.

Com mais de 4.000 militares, 140 aeronaves e de 16 nações diferentes, o Exercício Pitch Black 18 é a maior iteração do exercício do Território do Norte já realizado e será concluído no dia 17 de agosto.

FONTE: Real Força Aérea Australiana

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas