Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

Mais de 150 terroristas do Daesh se renderam no Afeganistão

Mais de 150 terroristas takfiris do Daesh se renderam às forças de segurança afegãs na província de Jawzjan, no norte do país, depois que foram derrotados pelo Taleban.


Pars Today

Autoridades locais afegãs disseram que 152 terroristas das fortalezas do Daesh em Darzab e Qush Tepa se renderam na madrugada de quarta-feira.

Mais de 150 terroristas do Daesh se renderam no Afeganistão

"As milícias se renderam no passado, mas desta vez é mais importante porque o líder e vice-líder do Daesh se renderam com mais de 150 combatentes de uma só vez, Com isso, o capítulo do Daesh será fechado no norte”.disse Mohammad Hanif Rezaee, porta-voz do Exército.

O general Faqir Mohammad Jawzjani, chefe de polícia da província, disse que Habib-ul Rahman, um líder do Daesh, estava entre os que se renderam. O grupo de Taleban recebeu Salvo-conduto por autoridades afegãs, afirmando que "limpou" o norte dos terroristas do Daesh.

O porta-voz do Taleban, Zabihullah Mujahid, afirmou que mais de 150 membros do Daesh foram mortos e mais de 130 foram capturados pelo Taleban, com o restante se entregando às forças do governo, e não ao Taleban.

"O fenômeno maligno do Daesh foi completamente eliminado e as pessoas foram libertadas de suas torturas na província de Jawzjan, no Afeganistão". O Taleban lançou uma ofensiva há semanas em Jawzjan contra o Daesh.

Em outro incidente separado, a missão da ONU no Afeganistão disse que um funcionário da Organização Internacional de Migração (OIM) estava entre as pessoas que foram mortas em um ataque coordenado a um centro de refugiados e repatriamento na cidade de Jalalabad, na terça-feira.

A ONU disse em um comunicado que a funcionária que morreu era uma mulher de 22 anos cujo marido havia morrido em um bombardeio em Cabul há três anos. Ela disse que deixa para trás uma filha de seis anos que é "agora uma órfã".

Desde o final do ano passado, o Daesh, que já perdeu todos os seus redutos na Síria e no Iraque, aproveitou o caos no Afeganistão e estabeleceu uma posição nas regiões leste e norte do país asiático, lançando ataques brutais contra civis e forças de segurança.

Segundo documentos de inteligência afegãos, o Daesh está presente em nove províncias, de Nangarhar e Kunar no leste a Jawzjan, Faryab e Badakhshan no norte, e Ghor no centro-oeste.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas