Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel prende o governador palestino de Jerusalém

Motivo da detenção foram crimes cometidos na Cisjordânia ocupada, segundo a Organização para a Libertação da Palestina.
France Presse

Israel prendeu o governador palestino de Jerusalém por crimes que teria cometido na Cisjordânia ocupada, que não foram especificados, informou a Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

O governador Adnan Gheith foi detido no sábado (20) à noite no bairro palestino de Beit Hanina, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. Será apresentado a um tribunal dentro de quatro dias, afirma a OLP em um comunicado.

Para o dirigente da OLP Saeb Erakat, a detenção é "um novo passo contra a presença palestina em Jerusalém" e constitui uma violação da legislação israelense a respeito das instituições palestinas da cidade.

"As ameaças contra dirigentes palestinos, sua detenção, inclusive o 'sequestro' do governador Gheith, são parte de um plano que pretende sufocar todas as bases de uma solução política com dois Estados e com as f…

Mais de um milhão de sírios regressam aos seus lugares de origem

Mais de 1.500 milhão de sírios regressaram aos seus lugares de origem desde setembro de 2015 até o momento, segundo informações do Centro russo de Acolhimento para Deslocados, divulgadas hoje em Damasco.


Prensa Latina
Damasco - As cifras incluem os procedentes do Líbano e em menor medida da Jordânia, nações em que haviam se refugiado cerca de 1.700 milhão de pessoas desde a eclosão da guerra imposta à Síria a partir de 2012.


Os meios de comunicação refletem também o retorno em massa de milhares de deslocados internamente neste país do Levante em regiões das províncias de Alepo, Hama, Homs, arredores de Damasco, Quneitra e Daraá.

Nos momentos mais críticos da crise síria teve mais de três milhões de pessoas no exterior e aproximadamente seis milhões de deslocados internamente, de acordo com dados computados oficialmente.

Os informes precisaram que tais fatos ocorrem na medida que o Exército sírio, respaldado por meios aéreos russos e outras forças aliadas, desalojam os grupos terroristas das áreas ocupadas desde a data mencionada.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas