Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA e Rússia revivem a Guerra Fria no Oriente Médio com duas cúpulas

Reuniões paralelas, na Polônia e na Rússia, representaram a revitalização do rompimento entre as potências sobre o Irã, a guerra na Síria e o conflito entre Israel e a Palestina
Juan Carlos Sanz e María R. Sahuquillo | El País
Sochi / Jerusalém - Em 1991, a Conferência de Madri estabeleceu um modelo para o diálogo multilateral no Oriente Médio após o fim da Guerra Fria, que havia colocado Washington contra Moscou na disputa pela hegemonia em uma região estratégica. Transcorridos mais de 27 anos, dois conclaves paralelos representaram nesta quinta-feira em Varsóvia (Polônia) e Sochi (Rússia) a revitalização do rompimento entre as potências sobre o Irã, a guerra na Síria e o conflito israelo-palestino. Os Estados Unidos e a Rússia, copresidentes em Madri em 1991, já não atuam mais como mediadores para aliviar as tensões e, mais uma vez, assumem um lado entre as partes conflitantes.

No fórum da capital polonesa, a diplomacia dos EUA chegou a um impasse ao reunir mais de 60 países em uma reu…

Marinha do Brasil organiza V Conferência das Marinhas da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – CPLP

O Brasil será a sede da V Conferência das Marinhas da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), o fórum mais importante entre as Marinhas e Guardas Costeiras de língua portuguesa sobre assuntos ligados ao mar. Organizado pela Marinha do Brasil, o evento ocorrerá entre os dias 7 e 9 de agosto, na cidade do Rio de Janeiro, na Escola de Guerra Naval (EGN).


Poder Naval

A Conferência constará de palestras apresentadas pelos Chefes das Delegações e proporcionará discussões sobre o Tema Central: “A cooperação entre as Marinhas para exercer a soberania nas águas jurisdicionais dos países”. Nesta V Conferência, as Marinhas dos seguintes países confirmaram presença: Marinha de Guerra Angolana, Marinha do Brasil, Guarda Costeira de Cabo Verde, Marinha de Guerra de Moçambique, Marinha de Portugal, Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe e a Marinha da Guiné Equatorial.


A CPLP foi criada em 17 de julho de 1996, durante a Cimeira de Chefes de Estado e de Governo. Atualmente, são países-membros: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e Guiné Equatorial. Um dos objetivos gerais da Organização é a cooperação em todos os domínios, inclusive os da educação, saúde, ciência e tecnologia, defesa, oceanos, agricultura, administração pública, comunicações, justiça, segurança pública, cultura, desporto e comunicação social.

No ambiente da Defesa, foi assinado, em setembro de 2006, o “Protocolo de Cooperação da CPLP no Domínio da Defesa”. Esse documento define como objetivo geral “promover e facilitar a cooperação entre os Estados-Membros no domínio da Defesa, através da sistematização e clarificação das ações a empreender”. Dispõe como objetivos específicos:

a) Criar uma plataforma comum de partilha de conhecimentos em matéria de Defesa Militar;

b) Promover uma política comum de cooperação nas esferas da Defesa e Militar; e

c) Contribuir para o desenvolvimento das capacidades internas com vista ao fortalecimento das Forças Armadas dos países da CPLP.

O Protocolo estabeleceu os seguintes órgãos como componentes da Defesa da CPLP:

a) Reunião de Ministros da Defesa Nacional ou equiparados dos Estados Membros;

b) Reunião de Chefes de Estado-Maior-General das Forças Armadas ou equiparados dos Estados-Membros;

c) Reunião de Diretores de Política de Defesa Nacional ou equiparados dos Estados-Membros;

d) Reunião de Diretores dos Serviços de Informações Militares ou equiparados dos Estados-Membros;

e) Centro de Análise Estratégica; e

f) Secretariado Permanente para os Assuntos de Defesa (SPAD).

Especificamente sobre o encontro entre as Marinhas, entre 2 e 4 de julho de 2008, ocorreu o I Simpósio das Marinhas da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, realizado na Academia da Marinha de Portugal, na cidade de Lisboa, que teve como tema central: “O papel das Marinhas no atual contexto internacional”.

O II Simpósio aconteceu no período de 30 de junho a 1º de julho de 2010, em Luanda, Angola e teve como tema: “As Marinhas e os desafios do Século XXI”. O III Simpósio ocorreu entre os dias 8 e 10 de maio, na cidade do Rio de Janeiro e teve como tema: “Garantia da defesa e segurança marítimas, em âmbito nacional, regional e global.

A cooperação entre as Marinhas para o monitoramento e o controle do tráfego marítimo nas águas jurisdicionais dos países”. O penúltimo evento, agora com a designação de Conferência, foi em Maputo, em fevereiro de 2015. O tema central foi: “Importância do Mar para o Desenvolvimento dos Países da CPLP”.

Contato:
Assessoria de Imprensa
Telefone: (61) 99238-9790
E-mail: imprensa@marinha.mil.br

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas