Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha da Argentina fala sobre localização do submarino ARA San Juan

Embarcação desaparecida há 1 ano foi localizada neste sábado a 907 metros de profundidade. Ainda não há previsão de início dos trabalhos de resgate. 'Não temos meios para resgatar o submarino', diz ministro.
Por G1

A Marinha da Argentina informou neste sábado (17) que o submarino ARA San Juan, que sumiu há 1 ano com 44 tripulantes, foi encontrado a 907 metros de profundidade em uma área de "visibilidade bastante reduzida", e que a embarcação sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma área de 80 a 100 metros. “Isso sugere que a implosão tenha ocorrido muito perto do fundo”, disse.

Segundo a Marinha, as imagens mostram que o casco do submarino permaneceu bastante intacto, apenas com algumas deformações, e que todas as outras partes se desprenderam. A implosão teria ocorrido em razão da pressão externa do mar ter superado …

Marinha do Irã faz história ao instalar sistema antimísseis nacional em destróieres

Pela primeira vez na história do país, um destróier iraniano foi equipado com um sistema de defesa antimísseis naval, destinado a eliminar mísseis antinavio, de produção própria, comunica a mídia nacional, citando o comandante da Marinha do Irã, contra-almirante Hossein Khanzadi.


Sputnik

De acordo com o alto responsável militar, o Kamand é um sistema de combate de proximidade (CIWS, ou Sistema de Armas de Defesa Próxima) capaz de eliminar um alvo à distância de dois quilômetros e com cadência de tiro entre 4.000 e 7.000 disparos por minuto.

Production of Iran’s Homegrown Version of Phalanx CIWS Progressing Well: Commander
CIWS Kamand | Reprodução

Ele também sublinhou que a partir de agora os respectivos sistemas serão instalados em todos os navios que efetuam missões longe do litoral.

Mais cedo, na segunda-feira (13), a agência iraniana Tasnim comunicou que o ministro da Defesa do país, Amir Khatami, apresentou o míssil balístico tipo Fateh, de nova geração, capaz de contornar os radares e atingir os alvos com precisão elevada.

O Kamand já foi batizado de "Phalanx iraniano", sendo este o sistema norte-americano usado pela Marinha dos EUA, inclusive na Guerra do Golfo entre 1990 e 1991.

Sem grandes oportunidades de importar armas devido às sanções internacionais e embargos armamentistas, o Irã desenvolveu uma indústria de armamentos muito sofisticada para conseguir autossuficiência neste ramo de produção.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas