Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA: sanções contra Venezuela servem como 'alerta para atores externos, incluindo Rússia'

Na última terça-feira (17), o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou a Rússia e a Venezuela pela crise de refugiados observada no país latino-americano.
Sputnik

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (17) que os EUA estão impondo uma nova rodada de sanções contra a Venezuela, acrescentando o banco central do país à lista de restrições. 

Segundo o conselheiro de Segurança Nacional, as sanções recém-aplicadas deveriam se tornar um alerta para "todos os atores externos, inclusive a Rússia".

Desde o início da crise política na Venezuela no início deste ano, os EUA impuseram várias rodadas de sanções, visando os setores petrolífero e bancário do país, bem como indivíduos ligados às autoridades do país.

A Venezuela está sofrendo grave crise política desde janeiro. Junto com outros países ocidentais, os EUA apoiam Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino da Venezuela. Ao mesmo tempo, Rússia, China e Turquia, entre outros…

Ministro da Defesa russo afirma que há ameaça de conflitos no Ártico

O Ártico tornou-se objeto de interesses territoriais, de recursos militares e estratégicos por parte de vários países, o que poder levar a um aumento do potencial de conflito na região, disse o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu.


Sputnik

"A proteção dos interesses nacionais da Rússia na região do Ártico e seu desenvolvimento ativo continuam sendo prioridades para as Forças Armadas. Hoje, o Ártico se tornou objeto de interesses territoriais, de recursos militares e estratégicos por parte de vários países. Isso pode levar a um aumento do potencial de conflito nessa região", disse o ministro.

Quebra-gelo de nova geração Ilya Muromets
Quebra-gelo russo Ilya Muromets © Sputnik / Igor Russak

Segundo ele, atualmente, no extremo norte encontram-se quebra-gelos não apenas da Rússia, mas também da Coreia do Norte, Suécia, Alemanha, EUA e China.

Shoigu salientou que, de maneira a responder de forma adequada às ameaças existentes e previsíveis, a Frota do Norte continua a implementar o Plano Integrado do Ministério da Defesa de desenvolvimento das capacidades das forças e tropas no Ártico para o período até 2020.

"O quebra-gelo Ilya Muromets e a embarcação de logística militar Elbrus, a fragata Admiral Gorshkov e o navio pesado de desembarque Ivan Gren foram incorporados à Marinha. Os testes do navio-tanque Akademik Pashin encontram-se em fase final", sublinhou o chefe do departamento de defesa.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas