Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Navio da Marinha do Brasil vai ser aberto para visitação em Aracaju

Navio Patrulha Guaratuba faz a segurança no litoral da Bahia e de Sergipe.


Por G1 SE

O Navio Patrulha Guaratuba, da Marinha do Brasil, vai estar aberto à visitação neste sábado (18) e domingo (19). A embarcação vai estar atracada no porto de Aracaju (SE) e ficará aberta das 14h até o pôr do sol.

Navio Patrulha Guaratuba faz a segurança no litoral da Bahia e de Sergipe (Foto: Divulgação/Marinha/Arquivo)
Navio Patrulha Guaratuba faz a segurança no litoral da Bahia e de Sergipe (Foto: Divulgação/Marinha/Arquivo)

Realizando ações de Patrulha Naval no litoral da Bahia e Sergipe, sob o comando do Capitão-Tenente Diego Pereira de Souza, o navio possui 46,5 metros de comprimento, desloca 217 toneladas e atinge velocidades de até 25 nós (aproximadamente 46Km/h).

O navio tem como tarefas: colaborar com os serviços de repressão ao contrabando e ao comércio ilícito, controlar as áreas marítimas sob jurisdição brasileira, fazer a proteção ambiental e fiscalizar as atividades de pesquisa realizadas no mar territorial brasileiro, zona contígua e zona econômica.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas