Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil simula resgate de civis em área de conflito ou desastre natural (VÍDEO)

A Marinha do Brasil realizou entre os dias 6 e 14 de novembro a Operação Atlântico, na praia de Itaoca, no Espírito Santo. A simulação deste ano treinou os oficiais para casos em que houvesse resgate de civis em uma área de conflito armado ou que foram alvos de desastres naturais.
Sputnik

Era por volta de 5h40 do dia 10 de novembro, um sábado, ainda estava amanhecendo, quando o Almirante Paulo Martinho Zucaro, Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, olhou e disse para a reportagem da Sputnik Brasil: "É guerra".


A declaração foi dada para explicar os motivos de se realizar um treinamento deste porte mesmo em condições extremamente desfavoráveis. A chuva era forte, as ondas na beira da praia atingiam 1,5 metros e os ventos chegaram a 20 km/h. O nível de dificuldade preocupava o alto comando, mas não foi um problema para os fuzileiros e marinheiros.

Antes do amanhecer, sete Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf) chegaram à praia e deram início ao desembarque. Após eles chegarem foi…

Navio da Marinha do Brasil vai ser aberto para visitação em Aracaju

Navio Patrulha Guaratuba faz a segurança no litoral da Bahia e de Sergipe.


Por G1 SE

O Navio Patrulha Guaratuba, da Marinha do Brasil, vai estar aberto à visitação neste sábado (18) e domingo (19). A embarcação vai estar atracada no porto de Aracaju (SE) e ficará aberta das 14h até o pôr do sol.

Navio Patrulha Guaratuba faz a segurança no litoral da Bahia e de Sergipe (Foto: Divulgação/Marinha/Arquivo)
Navio Patrulha Guaratuba faz a segurança no litoral da Bahia e de Sergipe (Foto: Divulgação/Marinha/Arquivo)

Realizando ações de Patrulha Naval no litoral da Bahia e Sergipe, sob o comando do Capitão-Tenente Diego Pereira de Souza, o navio possui 46,5 metros de comprimento, desloca 217 toneladas e atinge velocidades de até 25 nós (aproximadamente 46Km/h).

O navio tem como tarefas: colaborar com os serviços de repressão ao contrabando e ao comércio ilícito, controlar as áreas marítimas sob jurisdição brasileira, fazer a proteção ambiental e fiscalizar as atividades de pesquisa realizadas no mar territorial brasileiro, zona contígua e zona econômica.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas