Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

ONU convida o Irã para negociações constitucionais na Síria

Staffan de Mistura, enviado especial da ONU para a Síria, convidou o Irã, Rússia e Turquia para conversas sobre uma nova lei constitucional para a Síria, anunciou um porta-voz da ONU na sexta-feira.


Pars Today

As negociações estão programadas para acontecer em Genebra nos dias 11 e 12 de setembro.

ONU convida o Irã para negociações constitucionais na Síria

As conversações visam discutir a criação de uma comissão para apresentar uma nova lei constitucional para a Síria.

As conversas serão realizadas ao mesmo tempo em que a ONU mantém conversas com outros países como os Estados Unidos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas