Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

Variante naval do LCA Tejas testa gancho de parada (VIDEO)

A variante naval do Tejas Light Combat Aircraft (LCA) da Índia conduziu o seu primeiro enganche de táxi para provar seu sistema de gancho de parada, na Instalação de Testes Baseada em Terra (SBTF – Shore Based Test Facility) localizada na INS Hansa em Goa.


Poder Aéreo

A aeronave, que conduziu o enganche, foi o segundo protótipo Tejas Naval designado NP-2 (KH3002).

LCA Tejas versão naval
LCA Tejas versão naval

O NP-2 realizou seu voo inaugural com um gancho acoplado, no mês passado, a partir da INS Hansa, uma estação aérea naval indiana localizada perto de Dabolim em Goa.

A próxima fase do programa será a realização de pousos enganchados no Centro de Testes Baseados em Terra. O SBTF foi anteriormente usado para treinar e certificar pilotos de caça da Marinha Indiana nos caças Mikoyan MiG-29K para o porta-aviões INS Vikramaditya, e agora é usado para os testes de desenvolvimento do HAL Tejas naval.

O voo inaugural do Tejas naval equipado com um gancho de cauda foi visto como um novo desenvolvimento possivelmente denotando o reinício do programa Naval LCA. Em dezembro de 2016, a Marinha Indiana anunciou que o caça Tejas estava com sobrepeso e que procuraria outras alternativas. A Marinha Indiana finalmente emitiu um RFI para 57 caças multifuncionais navais.

O LCA Naval é o primeiro esforço autóctone da Índia para construir uma aeronave de caça baseada em porta-aviões. A variante naval reforçou a fuselagem e o trem de pouso e o nariz para baixo para uma melhor visão da cabine durante as decolagens e aterrissagens.

Os protótipos navais do Tejas, NP1 e NP2, são propulsados por motores turbofan de pós-combustão General Electric F404-GE-F2J3 e são usados ​​para testes iniciais. Eles completaram com sucesso os testes em Goa, durante os quais a decolagem curta (200 metros) do SBTF foi realizada junto com o reabastecimento a quente. O protótipo da aeronave de combate ainda está para realizar seu teste de voo de um porta-aviões. O teste embarcado provavelmente só será realizado após a realização de testes de aterrissagem na SBTF.

O NP-1 fez seu primeiro voo em 27 de abril de 2012, enquanto o NP-2 fez seu primeiro voo em 7 de fevereiro de 2015.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas