Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pentágono nega que avião russo tenha 'expulsado' bombardeiro americano do Báltico

O Pentágono não concorda que o bombardeiro estratégico norte-americano B-52H tenha sido expulso por um caça russo Su-27 sobre o mar Báltico, comunicou à Sputnik o representante da entidade militar americana Eric Pahon.
Sputnik

"O avião da Força Aérea dos EUA B-52H realizava operações rotineiras no espaço aéreo internacional segundo o princípio da liberdade de navegação e de voo. Em 20 de março, o B-52H teve um encontro ordinário com um Su-27 russo que efetuava operações sobre o mar Báltico", esclareceu o porta-voz do Pentágono.

Pahon acrescentou que o Su-27 não expulsou o B-52H, que conseguiu completar a sua missão.

Na véspera, o Ministério da Defesa da Rússia publicou um vídeo de caças russos escoltando um bombardeiro estratégico americano Boeing B-52H sobre as águas neutras do mar Báltico. Segundo o comunicado, dois caças Su-27 levantaram voo para identificar e acompanhar a aeronave dos EUA.

De acordo com o Ministério, após o B-52H ter mudado de trajetória, distanciando-se da f…

Ataque de homem-bomba deixa mortos e feridos no Afeganistão

Segundo autoridades locais citadas pela agência Reuters, 22 pessoas morreram e outras 23 ficaram feridas.


Por G1

Um homem-bomba se explodiu nesta terça-feira (11) na província de Nangarhar, no leste Afeganistão, provocando mortos e feridos.

Resultado de imagem para estrada entre a cidade de Jalalabad e a fronteira com o Paquistão
Reprodução


O ataque ocorreu em uma estrada entre a cidade de Jalalabad e a fronteira com o Paquistão, onde era realizada uma manifestação com a presença de centenas de pessoas. Os manifestantes protestavam contra uma milícia local.

Segundo autoridades locais citadas pela agência Reuters, 22 pessoas morreram e outras 23 ficaram feridas.

Até o momento, nenhum grupo reivindicou o ataque.

A província de Nangarhar, na fronteira com o Paquistão, tem sido uma das regiões mais voláteis do Afeganistão neste ano, com uma série de ataques suicidas e ataques à capital da província, Jalalabad. Também é, desde o início de 2015, uma das principais fortalezas dos combatentes do grupo extremista Estado Islâmico.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas