Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que alguns países ocidentais não querem libertação de Idlib?

A libertação de Idlib marcará a vitória total das forças governamentais e o fracasso dos planos de países ocidentais de derrubar as autoridades legítimas sírias.
Sputnik

No entanto, segundo Pierre Le Corf, ativista francês que vive em Aleppo, a tarefa não será fácil. 


"Será muito difícil libertar Idlib, porque todas as forças da coalizão lideradas pelos EUA e governos [ocidentais] envolvidos na guerra até o momento se opõem à libertação da província", disse Le Corf à Sputnik França.

Ele comentou que assim que a província síria de Idlib for libertada, terá que "libertar as zonas ocupadas ilegalmente pelos EUA, França e até pela Itália no norte do país". Por esse motivo, nenhum desses países quer a libertação da província.

Le Corf salientou que a intenção de manter o status atual poderia levar a "um massacre da população civil de Idlib", referindo-se às múltiplas advertências dos militares sírios e russos sobre a possível encenação de ataques químicos com o prop…

Caças da OTAN escoltam aviões russos sobre Báltico

Aviões de combate da OTAN escoltaram na semana passada aeronaves da Rússia na região do Báltico, comunicou na segunda-feira (17) o Ministério da Defesa da Lituânia.


Sputnik

"De 10 a 16 de setembro, caças da Força Aérea da OTAN, que cumprem uma missão de policiamento aéreo nos países bálticos, decolaram uma vez rumo ao espaço aéreo internacional sobre o mar Báltico para escoltar aviões militares da Rússia", refere a nota.

Caça F-16 da OTAN
F-16 da OTAN © AP Photo / Mindaugas Kulbis

Como os países bálticos não têm aviões capazes de realizar patrulhamento aéreo, a aviação de vários países da Aliança Atlântica efetua, a partir de 2004, o patrulhamento rotativo dos países bálticos.

Desde setembro, a missão da OTAN na Letônia é realizada pela Força Aérea da Bélgica com seus caças F-16 Fighting Falcon.

O Ministério da Defesa russo declarou várias vezes que todos os voos da Força Aeroespacial da Rússia cumprem rigorosamente as normas internacionais de uso do espaço aéreo sobre as águas neutras, sem violar as fronteiras de outros países.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas