Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares revelam como suas vidas foram destruídas pelo Exército dos EUA

O Twitter oficial do Exército dos EUA realizou uma pesquisa para averiguar como o serviço impactou a vida de seus militares.
Sputnik

Atualmente, mais de 9.000 pessoas já compartilharam suas opiniões. Apesar de constatarem que o serviço no Exército fortalece fisicamente e emocionalmente as pessoas, dando algum sentido às suas vidas e abrindo perspectivas profissionais, há muitos outros comentários com declarações céticas e críticas sobre a influência do Exército dos EUA no mundo, no país e na sua vida pessoal.

Várias pessoas compartilharam histórias de seus familiares que cometeram suicídio, sofreram de transtorno por estresse pós-traumático, passaram por mudanças radicais de caráter e comportamento ou deixaram de ser saudáveis depois de participarem em ações militares dos EUA.

Além disso, há aqueles cujos familiares ou eles próprios foram abusados durante o serviço.

Outros usuários recordaram que os horrores da guerra deixam cicatrizes na mente.

Diversos outros usuários da rede social compa…

Chefe do Pentágono põe em dúvida possibilidade de aliança militar entre Moscou e Pequim

O secretário de Defesa norte-americano, James Mattis, acredita que a Rússia e a China dificilmente conseguirão criar uma aliança militar, apesar da realização de manobras militares conjuntas.


Sputnik

"Acho que os países agem partindo de seus próprios interesses. Vejo pouco que possa unir a Rússia e a China a longo prazo", assinalou Mattis nesta terça-feira (11), quando perguntado por jornalistas se as manobras conjuntas entre os dois países levariam ou não à formação de uma aliança militar entre eles. 

Avião chinês se aproximando de uma embarcação russa durante as manobras conjuntas (foto de arquivo)
Helicóptero chinês se aproximando de embarcação russa © AP Photo / Zha Chunming

As manobras Vostok 2018 decorrem de 11 a 17 de setembro na região do Extremo Oriente da Rússia e nas águas adjacentes do Pacífico. Os treinamentos militares são os maiores nos últimos 37 anos, envolvendo quase 300.000 militares, dezenas de milhares de veículos blindados, helicópteros, aviões e drones. Além disso, os exercícios contam com a participação de militares da China e da Mongólia. Por parte da China participam cerca de três mil militares, 30 aviões e helicópteros.

Hoje em dia, a China é um dos principais parceiros econômicos da Rússia, inclusive na compra de equipamento militar. Os países vêm reforçando sua colaboração no âmbito de muitas plataformas internacionais, como a Organização das Nações Unidas, Organização para a Cooperação de Xangai, BRICS e outros. O líder chinês, Xi Jinping, tomou parte da inauguração do IV Fórum Econômico do Oriente na cidade russa de Vladivostok, onde se encontrou com o presidente russo, Vladimir Putin.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas