Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Erdogan: Rússia e Turquia decidirão que grupos deixarão zona de Idlib

Rússia e Turquia irão determinar em conjunto quais grupos radicais deverão deixar o território da zona desmilitarizada de Idlib, na Síria, segundo afirmou o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, neste domingo.
Sputnik

"Durante negociações sobre Idlib em Sochi, nós decidimos estabelecer uma zona desmilitarizada entre os territórios controlados pela oposição e pelo regime. A oposição permanecerá nos territórios que ela ocupa. Vamos garantir que os grupos radicais, designados em conjunto com a Rússia, não operem na região", disse Erdogan em artigo publicado pelo jornal russo Kommersant

Ainda de acordo com o líder turco, Washington segue atrapalhando o equilíbrio na região com seu apoio às Unidades de Proteção do Povo Curdo (YPG) e ao Partido da União Democrática (PYD) na Síria, considerados adversários de Ancara.

"Infelizmente, vemos que o apoio extraordinário que tem sido prestado recentemente, especialmente pelos Estados Unidos, às forças do YPG e do PYD, continua. Tais …

Começam manobras militares Vostok 2018, as maiores da moderna história russa (VÍDEO)

No Extremo Oriente começaram as maiores manobras militares da história moderna da Rússia, Vostok 2018, comunicou o departamento de informações e comunicações do Ministério da Defesa russo.


Sputnik

As manobras decorrerão no período de 11 a 17 de setembro, comandadas pelo ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, sendo as maiores nos últimos 37 anos.


Tanque T-90 russo (foto de arquivo)
Tanque T-90 russo © Sputnik / Ramil Sitdikov

O Ministério da Defesa russo publicou em sua página um vídeo do início das manobras, demonstrando o equipamento militar envolvido, em particular, tanques, veículos de combate de infantaria, helicópteros, aviões, bem como sistemas de defesa antiaérea.

O evento contará com a participação de quase 300 mil militares do Distrito Militar Oriente e Central, forças da Frota do Norte, unidades das Tropas Aerotransportadas, aviação da Força Aeroespacial, incluindo a aviação estratégica. Além disso, nas manobras estão participando militares da China e da Mongólia. Os treinamentos envolverão mais de mil aviões, helicópteros e drones, até 36 mil veículos blindados, até 80 navios e embarcações de abastecimento.

As principais manobras decorrerão nos polígonos do Distrito Militar Oriental, da Força Aérea e de defesa antiaérea, bem como nas águas dos mares de Bering, de Okhotsk, e no golfo Avatchinski, no Pacífico.

As manobras Vostok 2018 foram divididas em duas etapas. No decorrer da primeira os participantes treinarão o planejamento, preparação das tropas e a organização da cooperação. Na segunda etapa, as tropas realizarão manobras práticas em conformidade com as decisões tomadas. Durante a segunda etapa, é efetuado o treinamento de ataques maciços de aviação, luta contra mísseis de cruzeiro, bem como operações ofensivas e defensivas. No mar, serão praticadas respostas a um ataque aéreo, ataques contra grupos de navios e tropas anfíbias. A aviação realizará manobras de apoio à ofensiva terrestre e à defesa costeira.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas