Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Conselho de Segurança da ONU, condenou o ataque terrorista em Ahvaz

O Conselho de Segurança da ONU condenou o ataque terrorista na cidade de Ahvaz, no sudoeste do Irã, conclamando a comunidade internacional a "cooperar" com Teerã para levar os criminosos à justiça.


Pars Today

A presidente rotativa do Conselho, Nikki Haley, embaixadora dos EUA no órgão mundial, divulgou um comunicado na segunda-feira, afirmando que "o terrorismo em todas as suas formas e manifestações constitui uma das mais sérias ameaças à paz e segurança internacionais".

Conselho de Segurança da ONU, condenou o ataque terrorista em Ahvaz
Conselho de Segurança da ONU

“Os membros do Conselho de Segurança sublinharam a necessidade de responsabilizar os autores, organizadores, financiadores e patrocinadores desses atos repreensíveis de terrorismo e levá-los à justiça e instaram todos os Estados, de acordo com suas obrigações perante o direito internacional e resoluções relevantes do Conselho de Segurança, a cooperar ativamente com o Governo da República Islâmica do Irã e todas as outras autoridades relevantes a este respeito", disse ela.

Haley divulgou a declaração enquanto o presidente iraniano, Hassan Rouhani, estava em Nova York para participar da 73ª sessão anual da Assembleia Geral das Nações Unidas.

Terroristas abriram fogo contra uma multidão durante um desfile militar na cidade de Ahvaz no sábado, matando 25 militares e civis - incluindo mulheres e crianças - e ferindo pelo menos 68 outros.

"Os membros do Conselho de Segurança condenaram nos termos mais fortes o hediondo e covarde ataque terrorista ocorrido na República Islâmica do Irã, em Ahvaz, em 22 de setembro", dizia a declaração de Haley.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas