Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pentágono se diz pronto para admitir ter muitos 'criminosos' nas suas tropas

Depois que uma série de terríveis desastres de relações públicas que expôs soldados de elite dos EUA sendo presos por posse de drogas, abuso, estupro e assassinato, o Pentágono está reprimindo questões disciplinares em seu Comando de Operações Especiais, segundo um novo relatório.
Sputnik

Com "alegações de falta grave" acumulando-se altas demais para serem ignoradas após duas décadas de guerra, o general Raymond "Tony" Thomas, chefe do Comando de Operações Especiais, e Owen West, chefe de Operações Especiais e Conflito de Baixa Intensidade do Pentágono, esboçaram um ambicioso plano de 90 dias para descobrir como o corpo de elite militar se perdeu.


O primeiro de seu tipo, a avaliação profissional pretende "rever e reforçar os padrões éticos e de conduta", segundo documentos adquiridos pelo jornal The Washington Times.

"O primeiro passo em qualquer programa de tratamento é admitir que você tem um problema", disse uma autoridade do Comando de Operações…

Conselho de Segurança da ONU, condenou o ataque terrorista em Ahvaz

O Conselho de Segurança da ONU condenou o ataque terrorista na cidade de Ahvaz, no sudoeste do Irã, conclamando a comunidade internacional a "cooperar" com Teerã para levar os criminosos à justiça.


Pars Today

A presidente rotativa do Conselho, Nikki Haley, embaixadora dos EUA no órgão mundial, divulgou um comunicado na segunda-feira, afirmando que "o terrorismo em todas as suas formas e manifestações constitui uma das mais sérias ameaças à paz e segurança internacionais".

Conselho de Segurança da ONU, condenou o ataque terrorista em Ahvaz
Conselho de Segurança da ONU

“Os membros do Conselho de Segurança sublinharam a necessidade de responsabilizar os autores, organizadores, financiadores e patrocinadores desses atos repreensíveis de terrorismo e levá-los à justiça e instaram todos os Estados, de acordo com suas obrigações perante o direito internacional e resoluções relevantes do Conselho de Segurança, a cooperar ativamente com o Governo da República Islâmica do Irã e todas as outras autoridades relevantes a este respeito", disse ela.

Haley divulgou a declaração enquanto o presidente iraniano, Hassan Rouhani, estava em Nova York para participar da 73ª sessão anual da Assembleia Geral das Nações Unidas.

Terroristas abriram fogo contra uma multidão durante um desfile militar na cidade de Ahvaz no sábado, matando 25 militares e civis - incluindo mulheres e crianças - e ferindo pelo menos 68 outros.

"Os membros do Conselho de Segurança condenaram nos termos mais fortes o hediondo e covarde ataque terrorista ocorrido na República Islâmica do Irã, em Ahvaz, em 22 de setembro", dizia a declaração de Haley.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas