Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump não precisa de autorização do Congresso para declarar guerra ao Irã, diz analista

Donald Trump pode não precisar do aval do Congresso para declarar guerra contra o Irã, algo que seus conselheiros "vêm construindo discretamente" um caso em meio a sanções crescentes, informa Jonathan Allen, da NBC News.
Sputnik

O articulista afirma que os principais elementos do plano incluem ligar a al-Qaeda ao Irã para retratar a República Islâmica como uma ameaça terrorista aos EUA, "o que é exatamente o que as autoridades do governo vêm fazendo nas últimas semanas".

"Isso poderia dar a Trump a justificativa que ele precisa para combater o Irã sob a resolução de uso de força de 2001, sem aprovação do Congresso", Allen argumenta, acrescentando que o Congresso dificilmente concederá ao presidente americano "nova autoridade para atacar o Irã nas circunstâncias atuais ”.

Os comentários do autor vêm depois que o New York Times citou vários altos funcionários norte-americanos não identificados dizendo que “[o presidente Donald] Trump foi firme em dizer que…

Especialista comenta suposto ataque de Israel contra Síria

Recentemente foram publicados vídeos de mísseis supostamente lançados pela Força Aérea de Israel tendo como alvo a província síria de Hama.


Sputnik

O especialista Vladimir Fitin, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, comentou o ocorrido

Militar do exército sírio na província de Hama, Síria (foto de arquivo)
Militar sírio em Hama, Síria © Sputnik / Khaled Alkhateb

"Não há nada de novo, é a habitual política de Israel em relação à situação na Síria. Israel continua exigindo categoricamente a ausência [na Síria] de quaisquer militares e qualquer infraestrutura militar do Irã. Portanto, em meu entendimento, se as Forças Armadas israelenses descobrem essas infraestruturas, realizam algumas ações militares para destruí-las", explicou.

Fitin acrescentou que as Forças Armadas israelenses declararam muitas vezes que não permitirão a implantação de instalações militares iranianas, que alegadamente podem estar ameaçando Israel no território da Síria.

"Na maioria das vezes, os militares israelenses não confirmam que foram eles que atacaram alvos na Síria, mas está claro que não há outra possibilidade", concluiu Fitin.

Anteriormente, Israel atingiu repetidamente alvos na Síria. Os dois países estão formalmente em guerra desde 1973, mas os confrontos eram extremamente raros antes do início da guerra civil na Síria.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas