Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Mídia europeia explica como sistema russo S-400 se tornou 'hit de exportações'

Os sistemas russos de defesa antiaérea S-400 têm gerado cada vez mais interesse por parte dos outros países e se tornaram mesmo um "hit de exportações" no mercado internacional de armamentos, opina a mídia alemã.
Sputnik

Segundo escreveu o jornal Die Welt, a China adquiriu este sistema em janeiro deste ano, a Turquia irá recebê-lo no ano que vem e, em outubro passado, a Índia passou também a estar entre os importadores desta arma, assinando um contrato no valor de mais de 5 bilhões de dólares (quase 19 bilhões de reais) com a empresa estatal russa de exportação de armas.


Em opinião dos especialistas citados pela edição, no que tange às características técnicas, os complexos S-400 superam os análogos norte-americanos. Em particular, os S-400 são capazes de eliminar alvos diferentes em altitudes de até 30 quilômetros, em um raio de 400 quilômetros, podendo ser equipados com mísseis de alcances diferentes.

Já o conhecido sistema norte-americano Patriot, instalado inclusive na Europ…

EUA aprovam venda de US $ 2,6 bilhões em aeronaves e mísseis para a Coreia do Sul

Os Estados Unidos aprovaram a venda de 64 interceptores de mísseis avaliados em US $ 501 milhões e aeronaves de patrulha no valor de US $ 2.1 bilhões, informou o Pentágono em um comunicado nesta quinta-feira.


Sputnik

"O Departamento de Estado (Ministério das Relações Exteriores) tomou a decisão de aprovar uma possível venda militar à República da Coreia referente a 64 mísseis Patriot PAC-3 MSE por um custo estimado de 501 milhões de dólares", diz o texto.

Uma bateria do sistema de defesa aérea dos EUA Patriot (foto de arquivo)
Militar dos EUA junto a um Patriot © Sputnik / Igor Zarembo

Além disso, a chancelaria também aprovou a venda para a Coreia do Sul de "seis aeronaves de patrulha P-8A por um valor estimado de 2.1 bilhões de dólares", acrescentou o comunicado do Pentágono.

A Coreia do Sul usará mísseis Patriot para "melhorar seu sistema de defesa antimíssil, aprimorar a defesa de sua integridade territorial e deter as ameaças à estabilidade regional", disse a nota.

O principal contratante para a venda de aeronaves P-8 é a Boeing, enquanto a Lockheed Martin é a principal responsável pelos mísseis Patriot.

O anúncio estabelece um prazo de 30 dias para o Congresso bloquear as vendas.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas