Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa russa: avião Il-20 foi derrubado por mísseis sírios S-200

De acordo com o ministério russo, o sistema de defesa aérea sírio tentava atacar um avião de Israel. No entanto, a tripulação israelense fez uma manobra especial para se proteger, e o míssil acabou atingindo acidentalmente o avião russo Il-20.
Sputnik

O avião Il-20 desapareceu dos radares em 17 de setembro, por volta das 23h do horário de Moscou, (17h em Brasília) durante o retorno planejado à base aérea de Hmeymim, acima do território do mar Mediterrâneo, a 35 quilômetros da costa da Síria, informou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia. O represente oficial da Defesa russa, Igor Konashenkov sublinhou que os aviões israelenses "propositalmente criaram uma situação perigosa para navios e aviões nessa região".

Na opinião dele, para evitar o ataque sírio, a tripulação israelense acabou tornando o Ilyushin-20 alvo de ataque.

"Ao tentarem proteger-se com ajuda do avião russo, os pilotos israelenses o puseram debaixo de fogo do sistema de defesa antiaérea da Síria"…

EUA aprovam venda de US $ 2,6 bilhões em aeronaves e mísseis para a Coreia do Sul

Os Estados Unidos aprovaram a venda de 64 interceptores de mísseis avaliados em US $ 501 milhões e aeronaves de patrulha no valor de US $ 2.1 bilhões, informou o Pentágono em um comunicado nesta quinta-feira.


Sputnik

"O Departamento de Estado (Ministério das Relações Exteriores) tomou a decisão de aprovar uma possível venda militar à República da Coreia referente a 64 mísseis Patriot PAC-3 MSE por um custo estimado de 501 milhões de dólares", diz o texto.

Uma bateria do sistema de defesa aérea dos EUA Patriot (foto de arquivo)
Militar dos EUA junto a um Patriot © Sputnik / Igor Zarembo

Além disso, a chancelaria também aprovou a venda para a Coreia do Sul de "seis aeronaves de patrulha P-8A por um valor estimado de 2.1 bilhões de dólares", acrescentou o comunicado do Pentágono.

A Coreia do Sul usará mísseis Patriot para "melhorar seu sistema de defesa antimíssil, aprimorar a defesa de sua integridade territorial e deter as ameaças à estabilidade regional", disse a nota.

O principal contratante para a venda de aeronaves P-8 é a Boeing, enquanto a Lockheed Martin é a principal responsável pelos mísseis Patriot.

O anúncio estabelece um prazo de 30 dias para o Congresso bloquear as vendas.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas