Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Fuzileiros Navais do Brasil e dos EUA ratificam acordo de cooperação

Diálogo conversou com o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil (MB) Nélio de Almeida para conhecer detalhes dessa parceria
Por Marcos Ommati | Diálogo Américas | Poder Naval

Criar mais oportunidades de intercâmbio de conhecimento e treinamento combinado entre os Fuzileiros Navais do Brasil e dos Estados Unidos. Este é o objetivo principal de um plano de cinco anos ratificado em fevereiro de 2019 entre os representantes de ambas as forças, o Contra-Almirante (FN) da Marinha do Brasil Nélio de Almeida, comandante do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) do Brasil e presidente nacional da Associação de Veteranos desta força, e o Contra-Almirante Michael F. Fahey III, comandante do Corpo de Fuzileiros Navais Sul dos EUA (MARFORSOUTH, em inglês). O C Alte Nélio recebeu Diálogo em seu escritório na Ilha do Governador, Rio de Janeiro, para dar detalhes do acordo e conversar sobre outros temas de interesse das marinhas do Brasil e de outros países da região e dos E…

EUA constroem interceptor dos mísseis hipersônicos russos Kinzhal

Em 1 de março, o presidente russo Vladimir Putin apresentou perante a Assembleia Federal os novos armamentos do país, inclusive os mísseis hipersônicos Kinzhal. Agora, os norte-americanos dizem ter encontrado a "receita" contra a arma.


Sputnik

Assim, a agência de pesquisa militar DARPA acabou de apresentar um conceito de veículo interceptor Glide Breaker que, segundo é afirmado, permitirá fazer frente às armas hipersônicas russas e chinesas, comunica a edição estadunidense The Drive.

Glide Breaker | Reprodução

A preocupação especial entre os militares norte-americanos é provocada pelos novíssimos complexos russos, nomeadamente os Avangard ou Kinzhal. Além disso, eles também têm expressado receio quanto à China, que iniciou igualmente o desenvolvimento de mísseis hipersônicos.

Segundo frisa a edição, a DARPA anunciou o começo de construção e mostrou o conceito do interceptador durante uma exposição que marcou 60º aniversário da agência e decorreu entre 5 e 7 de setembro.

De acordo com os desenvolvedores, o Glide Breaker é um veículo voador de pequeno porte que vai eliminar os mísseis hipersônicos do inimigo através da chamada intercepção cinética, que pressupõe sua alta precisão contra um alvo. A intercepção cinética não implica uma ogiva separada, sendo a eliminação do alvo efetuada com todo o corpo do veículo.

​"O objetivo do programa Glide Breaker consiste em ampliar as capacidades de o país se proteger dos mísseis hipersônicos e de todas as classes de ameaças hipersônicas", se diz na declaração da DARPA. Porém, não foram revelados nenhuns outros detalhes sobre o novo armamento.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas