Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil abre processo administrativo para apurar vídeo de militares dançando 'Jenifer' em navio

Em nota, a Marinha informou que e 'foi constatado comportamento completamente incompatível com as tradições' e que irá apurar o ocorrido.
Por G1 Rio

A Marinha do Brasil instaurou um processo administrativo para apurar um vídeo em que um grupo de militares aparece dançando a música "Jenifer" em um navio oficial.


A embarcação, segundo a Marinha, é o Aviso de Instrução Guarda-Marinha Brito, que fica sediado no Rio de Janeiro. A gravação foi feita durante o estágio de mar de militares.

Em nota, a Marinha informou que "foi constatado comportamento completamente incompatível com as tradições da Marinha" e que, para ampliar a apuração do ocorrido, foi instaurado um procedimento administrativo "cuja conclusão, certamente, conterá as propostas pertinentes às necessárias correções no inaceitável comportamento".

Assista o vídeo

Exército sírio abate drones de vigilância em Latakia (VÍDEO)

Uma fonte no exército sírio contou à Sputnik Árabe que as unidades de artilharia conseguiram abater vários drones de reconhecimento ao leste da cidade de Latakia.


Sputnik

Os aparelhos dos terroristas do grupo Frente al-Nusra (proibido na Rússia e em vários outros países) foram lançados para vigiar as posições do exército sírio na região do povoado de Qabbani. De acordo com a fonte, a artilharia síria também destruiu veículos aéreos equipados com bombas com suas peças de 23 mm.


Militares do exército em Latakia
Militares sírios em Latakia © Sputnik /

Segundo a fonte, "os terroristas efetuam tais ataques por medo da operação de grande escala que está sendo preparada em Idlib para libertação da província dos terroristas". O entrevistado da Sputnik Árabe acrescentou que a Frente al-Nusra lança regularmente mísseis contra áreas residenciais e campos agrícolas no norte da Síria.

A fonte assinalou que no domingo (9) a artilharia síria levou a cabo ataques maciços contra as posições de dois grupos terroristas ligados à Turquia. Além disso, o exército está disparando contra as posições da organização Huras ad-Din, considerada como filial afegã da Al-Qaeda (grupo terrorista proibido na Rússia e em vários outros países). Os terroristas deste grupo ocupam o povoado de Qabbani, onde estão localizadas importantes fortificações da Frente Al-Nusra.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas