Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Exército sírio abate drones de vigilância em Latakia (VÍDEO)

Uma fonte no exército sírio contou à Sputnik Árabe que as unidades de artilharia conseguiram abater vários drones de reconhecimento ao leste da cidade de Latakia.


Sputnik

Os aparelhos dos terroristas do grupo Frente al-Nusra (proibido na Rússia e em vários outros países) foram lançados para vigiar as posições do exército sírio na região do povoado de Qabbani. De acordo com a fonte, a artilharia síria também destruiu veículos aéreos equipados com bombas com suas peças de 23 mm.


Militares do exército em Latakia
Militares sírios em Latakia © Sputnik /

Segundo a fonte, "os terroristas efetuam tais ataques por medo da operação de grande escala que está sendo preparada em Idlib para libertação da província dos terroristas". O entrevistado da Sputnik Árabe acrescentou que a Frente al-Nusra lança regularmente mísseis contra áreas residenciais e campos agrícolas no norte da Síria.

A fonte assinalou que no domingo (9) a artilharia síria levou a cabo ataques maciços contra as posições de dois grupos terroristas ligados à Turquia. Além disso, o exército está disparando contra as posições da organização Huras ad-Din, considerada como filial afegã da Al-Qaeda (grupo terrorista proibido na Rússia e em vários outros países). Os terroristas deste grupo ocupam o povoado de Qabbani, onde estão localizadas importantes fortificações da Frente Al-Nusra.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas