Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil abre processo administrativo para apurar vídeo de militares dançando 'Jenifer' em navio

Em nota, a Marinha informou que e 'foi constatado comportamento completamente incompatível com as tradições' e que irá apurar o ocorrido.
Por G1 Rio

A Marinha do Brasil instaurou um processo administrativo para apurar um vídeo em que um grupo de militares aparece dançando a música "Jenifer" em um navio oficial.


A embarcação, segundo a Marinha, é o Aviso de Instrução Guarda-Marinha Brito, que fica sediado no Rio de Janeiro. A gravação foi feita durante o estágio de mar de militares.

Em nota, a Marinha informou que "foi constatado comportamento completamente incompatível com as tradições da Marinha" e que, para ampliar a apuração do ocorrido, foi instaurado um procedimento administrativo "cuja conclusão, certamente, conterá as propostas pertinentes às necessárias correções no inaceitável comportamento".

Assista o vídeo

Exército sírio está expulsando terroristas restantes do sul do país (VÍDEO)

O Exército sírio continua expulsando terroristas do grupo Daesh (proibido na Rússia) de suas posições nas colinas Tulul al Safa, no sul do país.


Sputnik

A ofensiva está sendo realizada a partir de várias direções. Ontem (14), no decurso da operação foram mortos mais de 10 militantes, principalmente franco-atiradores que se encontravam entrincheirados em áreas próximas das colinas Tulul al Safa, segundo informou um correspondente da Sputnik Árabe do local.


Soldados sírios durante ofensiva às colinas Tulul al Safa, no sul da Síria
Tropas sírias no sul do país © Sputnik / Basem Haddad

A operação é dificultada pelo relevo local: situada no deserto de As-Suwayda, a região tem muitas cavernas e fendas naturais, utilizadas pelos militantes como abrigos, contou um correspondente da Sputnik Árabe.

Segundo um oficial do exército sírio que participou da ofensiva, as forças sírias estão avançando em direção às colinas, cercando os terroristas em seus abrigos.

"Devido ao cerco, os terroristas já estão sofrendo de fome e sede. Quando todos os alimentos começaram a esgotar-se, os militantes tentaram várias vezes romper o cerco, mas em vão", comentou o oficial.

De acordo com ele, a artilharia continua atirando contra os militantes, danificando seus armazéns de alimentos e água.

"Como resultado do ataque de ontem, o exército avançou mais 3,5 quilômetros […] A operação continuará até a libertação completa da região de terroristas'', detalhou.

Anteriormente, o correspondente informou que o exército havia cercado os militantes que ocupam as principais colinas da região. A falta de comida e munições, os combates constantes, debilitam os terroristas, que em breve terão que se render, sublinhou.

Ao mesmo tempo, a aviação russa eliminou nos últimos dias plataformas de lançamento de foguetes pertencentes ao grupo terrorista Jaysh al-Izza no norte da província de Hama.

Além das plataformas, foram destruídas também peças de artilharia, munições e eliminados alguns militantes.

Era destas plataformas que os terroristas abriam fogo contra povoados nos arredores de Hama, deixando várias pessoas mortas e dezenas de feridos, a maioria crianças.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas