Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

F-35? Que nada, a Força Aérea americana precisa de um Pegasus, diz a mídia (VIDEO)

O KC-46 Pegasus está entrando em operação no momento exato, mudando a concepção no reabastecimento aéreo, onde uma inovadora Estação do Operador de Reabastecimento Aéreo (AROS), que exibe imagens em alta definição 3D, permitirá à Força Aérea americana utilizar uma forma de reabastecimento em voo completamente inovadora.


Sputnik

Recentemente, a Boeing completou o programa de testes e certificação do novo avião-tanque, KC-46 Pegasus, sendo homologado pela FAA, órgão federal que trata da regulamentação aeronáutica nos EUA. Agora nada pode impedir o KC-46 de entrar em operação.


Resultado de imagem para kc-46 pegasus
Boeing KC-46 Pegasus abastecendo um F-16 Fighting Falcon | Reprodução 

O Boeing KC-46 Pegasus é uma aeronave militar de reabastecimento em voo e transporte aéreo e foi desenvolvido com base na linha de aviões 767. Ele será utilizado pela Força Aérea americana como reabastecedor, substituindo o KC-135 Stratotanker, pois o KC-46 pode entregar uma quantidade maior de combustível, além de possuir uma capacidade de carga melhorada, segundo o artigo publicado por Dan Goure na revista The National Interest.

Para se ter uma ideia, ele poderá transportar até 96.297 kg de combustível, que é o suficiente para reabastecer até 20 caças F/A-18 em apenas um voo, possuindo uma capacidade 10% maior que a do KC-135.

Com sua expansão operacional, capacidade de combustível e possibilidade de múltiplo reabastecimento, ele certamente vai multiplicar a eficiência operacional das Forças Armadas americanas. Além disso, poderá fornecer apoio crítico de reabastecimento aos aliados na Europa, Oriente Médio e Ásia Oriental.

A Força Aérea americana pretende renovar sua atual frota de aviões-tanques. Inclusive, o contrato atual da Boeing é para o fornecimento de 34 unidades do KC-46 à Força Aérea americana, sendo que esse número pode ser elevado até 179 ou mais unidades.

O KC-46 contará com dois motores Pratt & Whitney PW4062, podendo atingir uma velocidade máxima de 494 nós e uma velocidade de cruzeiro de 460 nós. Além disso, o custo de manutenção é inferior ao atual KC-135, sendo mais uma vantagem a seu favor.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas