Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Filho de líder do Daesh foi morto durante operação na Síria, diz imprensa

No início de maio, autoridades iraquianas relataram a possibilidade de que o líder da Daesh, Abu Bakr al-Baghdadi, esteja operando fora da área desértica perto da fronteira da Síria com o Iraque, uma das poucas partes do país que a organização continua a controlar.


Sputnik

Hudayfah al-Badri, filho do líder do Daesh, Abu Bakr al-Baghdadi, foi morto na província central de Homs na Síria, de acordo com o canal 4 do canal Telegram, que monitora a atividade dos terroristas.

O retrato de Abu Bakr al Baghdadi
CC BY 2.0 / thierry ehrmann / Abu Bakr al Baghdadi, painted portrait

O canal informou que al-Badri foi assassinado durante um ataque de militantes nas posições de forças sírias e russas localizadas perto de uma das usinas termelétricas na província de Homs.

Em 8 de maio, a Fox News citou Abu Ali al-Basri, diretor-geral do escritório de inteligência e contraterrorismo do Ministério do Interior iraquiano, dizendo que acredita-se que o líder do Daesh ainda esteja solto.

"A última informação que temos é que ele [al-Baghdadi] está em Al-Hajin, na Síria, a 18 milhas da fronteira na província de Deir ez-Zor", disse Abu Ali al-Basri.

O general Yahya Rasool, porta-voz do Ministério da Defesa do Iraque e do Comando de Operações Conjuntas, confirmou a localização de al-Baghdadi na fronteira leste do rio Eufrates, em uma área ainda controlada pelos terroristas.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas