Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares revelam como suas vidas foram destruídas pelo Exército dos EUA

O Twitter oficial do Exército dos EUA realizou uma pesquisa para averiguar como o serviço impactou a vida de seus militares.
Sputnik

Atualmente, mais de 9.000 pessoas já compartilharam suas opiniões. Apesar de constatarem que o serviço no Exército fortalece fisicamente e emocionalmente as pessoas, dando algum sentido às suas vidas e abrindo perspectivas profissionais, há muitos outros comentários com declarações céticas e críticas sobre a influência do Exército dos EUA no mundo, no país e na sua vida pessoal.

Várias pessoas compartilharam histórias de seus familiares que cometeram suicídio, sofreram de transtorno por estresse pós-traumático, passaram por mudanças radicais de caráter e comportamento ou deixaram de ser saudáveis depois de participarem em ações militares dos EUA.

Além disso, há aqueles cujos familiares ou eles próprios foram abusados durante o serviço.

Outros usuários recordaram que os horrores da guerra deixam cicatrizes na mente.

Diversos outros usuários da rede social compa…

Força Aérea russa pode apoiar tropas sírias, caso coalizão ocidental ataque o país

A Força Aeroespacial russa pode apoiar as tropas sírias se a coalizão ocidental decidir lançar ataques contra a Síria devido à provocação dos “ataques químicos” na província de Idlib, segundo o membro do Comitê Internacional do senado russo, Oleg Morozov.


Sputnik

Anteriormente, o Centro Russo para Reconciliação na Síria disse que estava sendo preparada a filmagem de uma provocação alegando a utilização de armas químicas pelo exército sírio na província de Idlib.

Caça multifuncional russo Su-34
Sukhoi Su-34 russo na Síria © Sputnik / Dmitry Vinogradov

"Mesmo que [os países ocidentais] comecem a atacar a Síria, em um ataque químico irão acreditar somente os que o estão encenando. Mas tal não significa que a coalizão não ataque. O ataque químico é simplesmente um pretexto para justificar suas ações… Os sírios combaterão, acima de tudo, os militantes. Mas eu não descarto que a nossa Força Aeroespacial possa prestar apoio. Mas, somente se for a coalizão ocidental a iniciar [o ataque]", disse Morozov.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas