Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump não precisa de autorização do Congresso para declarar guerra ao Irã, diz analista

Donald Trump pode não precisar do aval do Congresso para declarar guerra contra o Irã, algo que seus conselheiros "vêm construindo discretamente" um caso em meio a sanções crescentes, informa Jonathan Allen, da NBC News.
Sputnik

O articulista afirma que os principais elementos do plano incluem ligar a al-Qaeda ao Irã para retratar a República Islâmica como uma ameaça terrorista aos EUA, "o que é exatamente o que as autoridades do governo vêm fazendo nas últimas semanas".

"Isso poderia dar a Trump a justificativa que ele precisa para combater o Irã sob a resolução de uso de força de 2001, sem aprovação do Congresso", Allen argumenta, acrescentando que o Congresso dificilmente concederá ao presidente americano "nova autoridade para atacar o Irã nas circunstâncias atuais ”.

Os comentários do autor vêm depois que o New York Times citou vários altos funcionários norte-americanos não identificados dizendo que “[o presidente Donald] Trump foi firme em dizer que…

Força de Operações Especiais russa realiza manobras no Mediterrâneo

Unidades da Força de Operações Especiais da Rússia executaram ações complexas no âmbito das manobras conjuntas da Marinha e da Força Aeroespacial russas no mar Mediterrâneo, informou o Ministério da Defesa da Rússia.


Sputnik

"Unidades da Força de Operações Especiais da Federação da Rússia executaram missões de deslocação de forças e de equipamento para vários destinos operacionais, treinaram o combate contra ações de subversão nas zonas de baseamento de grupos de navios da Marinha da Rússia", lê-se no comunicado.

Militares da Força de Operações Especiais russa
Militares russos © Sputnik / Nikolai Khizhyak

Uma das etapas dos exercícios da Força de Operações Especiais incluiu, junto com a infantaria naval e aviação da Marinha, a preparação para um desembarque anfíbio, combate à pirataria e resgate de reféns.

Durante as manobras, foi igualmente treinada a proteção de unidades militares e instalações costeiras contra ações de inteligência e de sabotagem inimigas, bem como a proteção da entrada de navios nas enseadas contra ações de subversão e colocação de minas.

Segundo o comunicado, as tripulações de lanchas treinaram também ações em caso de missões militares durante dia e noite inclusive em condições meteorológicas adversas.

A Marinha russa e a Força Aeroespacial realizam pela primeira vez na história exercícios conjuntos de treinamento em grande escala no mar Mediterrâneo, que decorrem de 1 a 8 de setembro. Os exercícios envolvem 26 navios de guerra, incluindo dois submarinos, bem como aviões Tu-160, Tu-142, Il-38, Su-33 e Su-30SM.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas