Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil simula resgate de civis em área de conflito ou desastre natural (VÍDEO)

A Marinha do Brasil realizou entre os dias 6 e 14 de novembro a Operação Atlântico, na praia de Itaoca, no Espírito Santo. A simulação deste ano treinou os oficiais para casos em que houvesse resgate de civis em uma área de conflito armado ou que foram alvos de desastres naturais.
Sputnik

Era por volta de 5h40 do dia 10 de novembro, um sábado, ainda estava amanhecendo, quando o Almirante Paulo Martinho Zucaro, Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, olhou e disse para a reportagem da Sputnik Brasil: "É guerra".


A declaração foi dada para explicar os motivos de se realizar um treinamento deste porte mesmo em condições extremamente desfavoráveis. A chuva era forte, as ondas na beira da praia atingiam 1,5 metros e os ventos chegaram a 20 km/h. O nível de dificuldade preocupava o alto comando, mas não foi um problema para os fuzileiros e marinheiros.

Antes do amanhecer, sete Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf) chegaram à praia e deram início ao desembarque. Após eles chegarem foi…

Irã rejeita relatos sobre envio de armas ao Líbano

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã, Bahram Ghasemi, rejeitou a terça-feira. o recente relatório da Fox News dos EUA de que o Irã tem rotas secretas de contrabando de armas para o Líbano.


Pars Today

De acordo com o Departamento de Relações Públicas do Ministério das Relações Exteriores do Irã, Bahram Ghasemi rejeitou o relatório da Fox News de que o Irã contrabandeava armas para o Líbano por meio da companhia de aviação civil iraniana.

Irã rejeita relatos sobre envio de armas ao Líbano
Bahram Ghasemi | Reprodução

Ele ressaltou que “a publicação de tais notícias falsas se tornou uma ocorrência comum nos últimos dias e semanas, indicando a escalada da guerra psicológica travada pelos círculos anti-Irã e hostis”.

No último sábado, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano rejeitou como "infundado" e "absurdo" algum relatório anterior da Reuters, alegando que o Irã havia fornecido alguns grupos xiitas no Iraque com mísseis.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas