Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Israel anuncia que continuará agindo contra reforço da presença iraniana na Síria

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, comunicou que tinha chegado a um acordo com o presidente russo, Vladimir Putin, para realizar nos próximos tempos um encontro entre delegações militares da Rússia e Israel para discutir a coordenação de ações na Síria.


Sputnik

"Nós como sempre vamos atuar contra o reforço da presença iraniana na Síria e continuaremos a coordenação entre as Forças de Defesa de Israel e as Forças Armadas da Rússia", afirmou o primeiro-ministro de Israel Benjamin Netanyahu.

Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, visita um posto militar durante uma visita ao Monte Hermon, nas Colinas de Golã sob controle israelense, com vista para a fronteira entre Israel e Síria (foro de arquivo)
Benjamin Netanyahu © AP Photo / Baz Ratner

Durante a semana passada, o primeiro-ministro de Israel falou duas vezes por telefone com o presidente russo Vladimir Putin. Segundo Netanyahu, eles chegaram a um acordo para efetuar um encontro entre delegações militares dos dois países para discutir a coordenação de ações na Síria.

Depois da derrubada do avião Il-20 russo na Síria na semana passada, a Rússia anunciou a entrega de sistemas de defesa antiaérea S-300 russos e de modernos sistemas automatizados para os postos de comando da defesa antiaérea ao governo da Síria.

Em 2013, a Rússia suspendeu o fornecimento de sistemas S-300 à Síria a pedido de Israel, que receava uma limitação da liberdade de ações de Israel no espaço aéreo sírio. Mas depois do incidente com Il-20 Moscou se viu obrigada a tomar medidas de resposta adequadas e destinadas a aumentar a segurança dos militares russos, sublinhou o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas