Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel concentra mais forças na fronteira com Faixa de Gaza e está pronto a agir

As Forças de Defesa de Israel (IDF, na sigla em inglês) concentraram mais forças na fronteira com a Faixa de Gaza e estão prontas para usá-las se for necessário, comunica a assessoria da entidade militar.
Sputnik

A decisão foi tomada no decurso da reunião no Estado-Maior e é uma resposta aos combates de ontem (11), que causaram morte de um militar israelense e sete palestinos.


"As IDF aumentaram suas forças no Distrito Sul e estão dispostas, se for preciso, a agir com mais vigor", destaca o comunicado da entidade.

No decurso da operação militar que teve lugar no enclave palestino neste domingo (11) um tenente coronel de uma unidade especial israelense foi morto. Ao mesmo tempo, a parte palestina perdeu sete homens, inclusive um comandante militar. Após os confrontos, os palestinos lançaram 17 mísseis contra o sul de Israel, dois deles foram interceptados pelos sistemas de defesa antiaérea Iron Dome (Cúpula de Ferro).

Foi igualmente informado que, tendo em conta a situação, o prim…

Líder da segurança iraniana: Teerã responderá a qualquer ação hostil em décuplo

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, declarou um dia atrás que a força militar iraniana deve ser aumentada para "assustar o inimigo", em seguimento a anúncios de planos de reforço militar por parte de altos responsáveis oficiais da República Islâmica.


Sputnik

"A época de ataca-e-foge acabou no mundo e quaisquer medidas hostis contra o nosso país serão respondidas por Teerã em décuplo. Nós somos capazes de nos defender em cada área", disse na segunda-feira (10) o almirante Ali Shamkhani, secretário do Supremo Conselho Nacional de Segurança do Irã, de acordo com a agência Tasnim.

Tropas iranianas marham durante parada militar
Militares iranianos em desfile © AFP 2018 / BEHROUZ MEHRI

A declaração faz eco a proclamações recentes de altos responsáveis iranianos, inclusive do líder supremo aiatolá Ali Khamenei, que confirma que Teerã tem intenção de aumentar seu poderio militar.

Os comentários vêm em meio à deterioração das relações entre o Irã e os EUA. A tensão tem escalado desde o anúncio de Washington sobre a denúncia do Acordo nuclear iraniano em março. A 6 de agosto, os EUA reinstituíram as medidas punitivas contra Teerã, limitando o comércio de ouro e metais preciosos, vendas de alumínio, aço, carvão e certos tipos de software, proibindo também a compra de dólares americanos pelo governo iraniano, bem como a compra da dívida pública e riais iranianos.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas