Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que alguns países ocidentais não querem libertação de Idlib?

A libertação de Idlib marcará a vitória total das forças governamentais e o fracasso dos planos de países ocidentais de derrubar as autoridades legítimas sírias.
Sputnik

No entanto, segundo Pierre Le Corf, ativista francês que vive em Aleppo, a tarefa não será fácil. 


"Será muito difícil libertar Idlib, porque todas as forças da coalizão lideradas pelos EUA e governos [ocidentais] envolvidos na guerra até o momento se opõem à libertação da província", disse Le Corf à Sputnik França.

Ele comentou que assim que a província síria de Idlib for libertada, terá que "libertar as zonas ocupadas ilegalmente pelos EUA, França e até pela Itália no norte do país". Por esse motivo, nenhum desses países quer a libertação da província.

Le Corf salientou que a intenção de manter o status atual poderia levar a "um massacre da população civil de Idlib", referindo-se às múltiplas advertências dos militares sírios e russos sobre a possível encenação de ataques químicos com o prop…

Mais um soldado norte-americano morre no Afeganistão

Um soldado norte-americano foi morto e outro foi ferido após o que parece ser mais um episódio da série de ataques internos contra as forças dos Estados Unidos no Afeganistão, segundo informou o comando militar dos EUA no país.


Sputnik

O nome e a patente da vítima, a sexta entre as tropas americanas nos Estados Unidos apenas neste ano, não foram informados, assim como os detalhes do incidente. 

Bandeira dos EUA na Base Aérea de Bagram, Afeganistão
© AFP 2018 / Wakil KOHSAR

O atentado desta segunda-feira ocorre pouco mais de um mês após um incidente parecido ocorrido na província de Uruzgan, onde um militar americano foi morto a tiros por um membro das forças oficiais afegãs.

"O sacrifício de um dos nossos homens, que se voluntariou para uma missão no Afeganistão para proteger seu país, é uma perda trágica", declarou a missão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) no Afeganistão, acrescentando que o militar ferido estaria em condição estável.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas