Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pentágono se diz pronto para admitir ter muitos 'criminosos' nas suas tropas

Depois que uma série de terríveis desastres de relações públicas que expôs soldados de elite dos EUA sendo presos por posse de drogas, abuso, estupro e assassinato, o Pentágono está reprimindo questões disciplinares em seu Comando de Operações Especiais, segundo um novo relatório.
Sputnik

Com "alegações de falta grave" acumulando-se altas demais para serem ignoradas após duas décadas de guerra, o general Raymond "Tony" Thomas, chefe do Comando de Operações Especiais, e Owen West, chefe de Operações Especiais e Conflito de Baixa Intensidade do Pentágono, esboçaram um ambicioso plano de 90 dias para descobrir como o corpo de elite militar se perdeu.


O primeiro de seu tipo, a avaliação profissional pretende "rever e reforçar os padrões éticos e de conduta", segundo documentos adquiridos pelo jornal The Washington Times.

"O primeiro passo em qualquer programa de tratamento é admitir que você tem um problema", disse uma autoridade do Comando de Operações…

Mídia publica texto de diretiva secreta da ONU sobre Síria

O jornal russo Kommersant publicou o texto de uma diretiva secreta da ONU segundo a qual a organização só apoiará a restauração da economia síria depois da transferência do poder político no país.


Sputnik

O documento interno data de 17 outubro de 2017 e é destinado a todas as agências da ONU que trabalham na Síria.

Veículos blindados das forças de paz da ONU rumo à Síria
Blindados da ONU em direção à Síria © AP Photo / Ariel Schalit

"Só quando houver a genuína e inclusiva transição política, negociada pelas partes, a ONU estará pronta para facilitar o processo de reconstrução", lê-se na diretiva.

O documento indica também que a ONU não participará dos projetos de restauração da economia síria, prestando apenas ajuda humanitária para salvar as pessoas e satisfazer as necessidades básicas dos sírios.

"As atividades de desenvolvimento e de restauração que saiam fora desse âmbito deverão ser refletidas em outros mecanismos", informa o documento, sublinhando que a assistência tem de dar prioridade às necessidades dos civis e não às do governo.

Segundo os dados do jornal, o autor do documento é ex-subsecretário-geral da ONU para Assuntos Políticos, Jeffrey Feltman, que abandonou seu cargo em março de 2018.

Anteriormente, o chanceler russo Sergei Lavrov tinha falado sobre a existência de uma diretiva secreta que proíbe os vários departamentos da organização de participarem da restauração da economia síria. Ele sublinhou que as tentativas de alguns países de manipularem o secretariado das Nações Unidas são inaceitáveis.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas