Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Ministério da Defesa russo: 4 aviões militares russos atacaram posições de terroristas em Idlib

No dia 4 de setembro, quatro aviões russos decolaram da base aérea de Hmeymim e efetuaram ataques de alta precisão contra alvos do grupo terrorista Frente al-Nusra (proibido na Rússia e em vários outros países) na província síria de Idlib, afirmou a jornalistas um representante oficial do Ministério da Defesa russo.


Sputnik

"No mesmo dia [4 de setembro], quatro aviões russos do grupo aéreo da base de Hmeymim levaram a cabo ataques com munições de alta precisão contra alvos do grupo terrorista Frente al-Nusra na província de Idlib", afirmou nesta quarta-feira (5) o representante oficial do Ministério da Defesa russo, major-general Igor Konashenkov.

Caça-bombardeiro Su-34 efetuando ataques aéreos nas províncias de Raqqa e Aleppo (foto de arquivo)
Sukhoi Su-34 © Foto : Ministério da Defesa da Rússia

O representante acrescentou que todos os ataques da Força Aeroespacial russa foram efetuados exclusivamente contra alvos terroristas confirmados, situados longe de povoações.

Igor Konashenkov detalhou que dois Su-34 russos eliminaram uma fábrica de produção de armas dos terroristas.

"Dois caças-bombardeiros polivalentes Su-34 eliminaram com ataques cirúrgicos uma fábrica, em que os terroristas da Frente al-Nusra efetuavam a montagem de drones de ataque, e um armazém com substâncias explosivas usadas em drones", disse Konashenkov.

Segundo o major-general, um caça polivalente Su-35S eliminou com uma munição de alta precisão um armazém em que os terroristas guardavam lançadores portáteis de mísseis antiaéreos.

Além disso, Igor Konashenkov revelou que na madrugada do dia 4 de setembro, o sistema de defesa antiaérea da base russa eliminou dois drones de ataque dos terroristas, somando-se a outros 45 drones eliminados neste mês.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas