Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

'Momento arrepiante': mídia britânica fica atemorizada com lança-foguetes russo (VÍDEO)

O jornal britânico The Sun comentou o vídeo de um lançador múltiplo de foguetes russo Uragan disparando durante as manobras Vostok 2018.


Sputnik

Segundo refere a matéria da edição, as imagens dos exercícios no polígono de Tsugol na região de Transbaikal são "arrepiantes".

Lançadores múltiplos de foguetes russos Uragan no polígono de Tsugol, região de Transbaikal, durante as manobras Vostok 2018
BM-27 Uragan © Sputnik / Ministério da defesa da Rússia

"A Rússia deixou que o mundo desse uma olhada no assustador lançador múltiplo de foguetes Uragan durante suas maiores manobras das últimas décadas", diz o artigo.

The Sun sublinha que as imagens assustadoras mostram "um veículo de 20 toneladas disparando mísseis de 280 quilos em uma impressionante cadência de dois tiros por segundo". Além do Uragan, nas manobras foram apresentadas várias outras armas, ressalta a edição.

As manobras Vostok, as maiores da história moderna russa, decorrem entre 11 e 17 de setembro no Extremo Oriente russo e nas águas adjacentes do oceano Pacífico. As manobras envolvem mais de 300 mil militares, mais de mil aviões, helicópteros e drones, até 36 mil tanques, veículos blindados de transporte e outros, até 80 navios.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas