Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Embraer e Boeing acertam termos de parceria

Acordo prevê criação de uma nova empresa de aviação comercial, com 80% de participação da gigante americana. Boeing vai pagar 4,2 bilhões de dólares aos brasileiros. Transação precisa ser aprovada pelo governo federal.
Deutsch Welle

A Embraer e a gigante americana Boeing anunciaram nesta segunda-feira (17/12) a aprovação dos termos de uma parceria para criar uma nova empresa de aviação comercial. A execução do acerto ainda precisa do aval do governo brasileiro.


De acordo com a proposta, a Boeing deterá 80% de participação na joint venture pelo valor de 4,2 bilhões de dólares, enquanto a fabricante brasileira ficará com os 20% restantes.

"A expectativa é de que a parceria não terá impacto no lucro por ação da Boeing em 2020, passando a ter impacto positivo nos anos seguintes", diz um comunicado conjunto da Embraer e da Boeing divulgado para investidores.

As duas empresas informaram que a joint venture criada para a fabricação de aviões comerciais, que deve absorver toda a operação…

Moscou convoca embaixador israelense após avião russo ser derrubado na Síria

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia convocou nesta terça-feira o embaixador de Israel em Moscou, Harry Koren, após um avião russo ser derrubado na Síria pela defesa antiaérea de Damasco, acidente supostamente causado pelos israelenses.


EFE

Moscou - O Ministério da Defesa da Rússia comunicou que um avião Il-20 da Força Aérea do país foi abatido por um míssil S-200 lançado pelo sistema antiaéreo da Síria devido a "ações irresponsáveis" de Israel, que usou a aeronave russa como escudo para atacar alvos na província de Latakia.

Resultado de imagem para Harry Koren
Embaixador de Israel em Moscou, Harry Koren | Reprodução

"Os pilotos israelenses se esconderam atrás do avião russo e o expuseram ao fogo da defesa antiaérea da Síria", denunciou o porta-voz da pasta, Igor Konashenkov.

Segundo Moscou, quatro aviões F-16 israelenses "criaram de maneira premeditada uma situação perigosa para os navios de superfície e aeronaves que estavam na região", o que provocou a derrubada acidental da aeronave russa e a morte de seus 15 ocupantes.

Konashenkov advertiu que a Rússia se reserva ao direito de "uma resposta apropriada" às ações da aviação israelense, à qual também acusou de não comunicar o bombardeio em Latakia com a devida antecedência para evitar incidentes no ar.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, afirmou que o acidente com o avião russo não repercutirá no que foi pactuado na segunda-feira pelos presidentes de Rússia e Turquia, Vladimir Putin e Recep Tayyip Erdogan, respectivamente, para diminuir a tensão na província síria de Idlib.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas